Menu
Busca sexta, 17 de setembro de 2021
(67) 99257-3397
TURISMO

MTur participa de debate sobre cruzeiros marítimos

22 setembro 2014 - 11h55

A Associação Brasileira de Cruzeiros Marítimos (CLIA Abremar) promoveu na última quarta-feira (10), em Brasília, o Encontro Setorial de Cruzeiros Marítimos. O evento reuniu profissionais da área e representantes de entidades públicas e privadas para discutir questões trabalhistas do setor de cruzeiros, no qual o Brasil aparece como o sétimo maior mercado do mundo.

O foco da reunião foram as diferentes interpretações dos dispositivos legais que regulamentam as relações de trabalho no setor. A Abremar defende regras mais claras para a contratação de mão de obra local para trabalhar nos navios durante as temporadas de cruzeiros pela costa brasileira.

Para o secretário Executivo do Ministério do Turismo, Alberto Alves, o trabalho de articulação da pasta com outros ministérios tem como objetivo criar soluções para os entraves ao desenvolvimento da atividade turística no país. Alves disse ainda que o Documento Referencial 2015-2019, base para a formulação do Plano Nacional de Turismo, contempla propostas para a desburocratização, aperfeiçoamento do marco regulatório e desoneração da cadeia produtiva do turismo.

O grupo de trabalho já resultou em algumas conquistas para o segmento de turismo náutico, como a ampliação do prazo de renovação dos vistos de trabalho e a flexibilização do dispositivo que obriga a contratação de 25% de trabalhadores brasileiros para navios estrangeiros. “O encontro setorial nos permite discutir com o governo os entraves que impedem a recuperação e a expansão desta atividade que tem grande potencial no Brasil”, afirma o diretor de Relações Institucionais da Abremar, Flávio Peruzzi.

As demandas do setor de cruzeiros têm como fórum, além do Conselho Nacional de Turismo, o Grupo de Trabalho de Turismo Náutico, coordenado pela MTur desde 2008 e que conta com a presença dos demais órgãos públicos e privados ligados à atividade. Entre eles, associações de empregados e empregadores e órgãos como a Antaq, a Marinha, os ministérios do Planejamento, do Trabalho e Emprego, a Anvisa, a Polícia Federal, entre outros.

O debate acontece a poucos meses do início da temporada 2014/15. Em novembro, 10 navios devem chegar à costa brasileira e a oferta será de 648 mil leitos. Participaram do encontro representantes dos ministérios do Turismo e do Trabalho e Emprego, do Conselho Nacional de Imigração, empresas filiadas à Abremar, entidades responsáveis pela fiscalização e especialistas em trabalho a bordo.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Casal é preso por golpe ao vender carro alugado e alegar "furto"
Fundação de Cultura seleciona artesãos para participar de duas Feiras
OPORTUNIDADE
Fundação de Cultura seleciona artesãos para participar de duas Feiras
Grávida, Geisa Oliveira, ex seleção de basquete, morre aos 42 anos
CAMPINAS
Grávida, Geisa Oliveira, ex seleção de basquete, morre aos 42 anos
DOURADOS
Faculdade Intercultural Indígena publica moção contra o marco temporal
FOGO AMIGO
Militar baleado ao defender mulher na rua recebe alta de hospital
ESPORTE
Dourados enfrenta Miranda na semifinal da Copa Morena neste sábado
PARAGUAI
Com mandado de prisão em abertos, brasileiro é expulso do Paraguai
EDUCAÇÃO
UEMS regulamenta retomada gradual das atividades presenciais
FÁTIMA DO SUL
Homem grava vídeo para inocentar esposa: "Erro meu, bebi demais"
IMUNIZANTE
Sociedade Brasileira de Pediatria defende vacinação em adolescentes

Mais Lidas

DOURADOS
Após denúncias, casal é preso por tráfico no Jardim Guaicurus
24 HORAS DE VACINA
Dourados terá 'viradão' da vacina para aplicar doses em cinco grupos
DOURADOS
'Trevo do DOF' terá viaduto de 40m e ficará pronto em oito meses
DOURADOS
Homem morre no hospital depois de ser atropelado na área central