Menu
Busca sábado, 08 de maio de 2021
(67) 99257-3397

MT: Redução das lavouras diminui safra de arroz 2004/2005

11 agosto 2004 - 18h52

A área plantada de arroz na próxima safra será menor que a anterior, devido à redução das lavouras em Mato Grosso. A informação é do presidente da Associação Brasileira da Cadeia Produtiva de Arroz (Abrarroz), Lauro Albuquerque, que coordendou reunião da entidade hoje, sobre as perspectivas de produção e área plantada para a safra 2004/2005. O motivo para a redução de pouco mais de um terço do total plantado (de cerca de 500 mil hectares da última safra passará para 300 mil hectares) é o preço mínimo estabelecido pelo governo estadual para pagamento do Impostos sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), a chamada pauta do arroz. Os produtores alegam que a pauta está muito elevada e os preços de mercado estão abaixo do que foi estipulado. Além disso, os agricultores matogrossenses argumentam que não há linha de crédito específica para armazenagem.“Como a produção lá é de arroz de terras altas, sem irrigação, os produtores podem migrar tranqüilamente para outras culturas, até imediatamente antes de jogar as sementes no solo. Diferente dos produtores de Santa Catarina e Rio Grande do Sul, onde o plantio, feito em terras irrigadas, é obrigatório”, explicou Albuquerque. Segundo o presidente da Abrarroz, não haverá desabastecimento mesmo com a redução da área plantada. Isso porque os produtores trabalham com uma margem de segurança com os chamados estoques de passagem. A expectativa é de que a produção seja de 11,8 milhões de toneladas para a próxima safra, uma redução de 900 mil toneladas em relação à safra 2003/2004. “Somado aos estoques, esse número atende bem à demanda de consumo brasileiro”, disse Lauro dos Santos, vice-presidente da Abrarroz. Para Albuquerque, o grande desafio do setor é a falta de organização logística para exportar. “Atualmente, só se produz para o mercado interno. Precisamos investir no mercado externo”, avaliou o presidente da Abrarroz. Segundo ele, há uma demanda reprimida no mercado mundial. “Os países produtores plantam menos do que o mundo consome. Temos que nos aproveitar da situação”, adicionou Albuquerque. Uma das estratégias da Abrarroz para organizar o mercado exportador será pelo grupo econômico do Mercosul. “Argentina e Uruguai têm experiência em exportar, podemos nos unir”, sugeriu. O próprio Uruguai exportou recentemente 200 mil tonedas de arroz para o Irã, número que poderia ser bem superior se o país pudesse aceitar a moeda de troca oferecida pelo importador. O Irã queria pagar em gasolina, mas o Uruguai não tinha como absorver a quantidade equivalente ao pagamento. “O Brasil poderia receber o pagamento em gasolina porque pode absorver o produto e exportaria o arroz em bloco com o Uruguai”, explicou Albuquerque.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Ministério da Saúde anuncia distribuição de doses para próxima segunda
ASTRAZENECA
Ministério da Saúde anuncia distribuição de doses para próxima segunda
Secretaria da Mulher debate situação das domésticas na pandemia
POLÍTICA
Secretaria da Mulher debate situação das domésticas na pandemia
Polícia apreende drogas que seriam entregues à detento da PED
DOURADOS
Polícia apreende drogas que seriam entregues à detento da PED
GERAL
Estágio de 20 toneladas de foguete chinês cairá na Terra até amanhã
PM prende pai e filho em Cassilândia
POLÍCIA
PM prende pai e filho em Cassilândia
OPERAÇÃO PROLEPSE
Após denúncias de vizinhos, homem é autuado por incêndio em terreno
PANDEMIA
Comissão promove debate sobre falta de leitos para Covid-19
DIA DAS MÃES
FIEMS entrega mais de 700 cartas de crianças para mães da linha de frente
CIÊNCIA
Ufes obtém patente de processo que transforma casca de coco em etanol
FISCALIZAÇÃO
PMA fiscaliza 61 pescadores, 27 veículos e apreende petrechos ilegais

Mais Lidas

DOURADOS
Mulher presa com armas, drogas e veículos mantinha relacionamento com interno da PED
JÓQUEI CLUBE
Jovem é presa em Dourados com armamento de uso restrito, drogas e veículo clonado
DOURADOS
Carga de tijolos cai de caminhão em rotatória na Coronel Ponciano; veja vídeo
BR-163
Colisão entre viatura e carreta termina com policial ferido