Menu
Busca sexta, 26 de fevereiro de 2021
(67) 99257-3397

MS registra primeira confirmação de óbito por gripe

18 agosto 2009 - 15h52

Após quase três meses da primeira notificação da Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG)

em Mato Grosso do Sul, foi confirmado o primeiro óbito pela novo vírus através de técnica genética (RT-PCR) realizada no Instituto Adolfo Lutz (SP). Antes desse resultado houve uma primeira coleta com resultado inconclusivo; na segunda amostra enviada ocorreu a confirmação.  O caso é de uma mulher, 24 anos, do município de Três Lagoas. Os primeiros sintomas apareceram no dia 20 de julho. A notificação ocorreu no dia 24 e o óbito aconteceu no dia 3 de agosto. Durante todo o período de internação ela esteve no Hospital Nossa Senhora Auxiliadora,

em Três Lagoas.


Em relação à confirmação da primeira morte no estado, o diretor de Vigilância em Saúde, da Secretaria de Estado de Saúde (SES), Eugênio Barros, afirma: “Não esperamos acontecer nenhum óbito para tomar as medidas e providências de assistência necessárias.” Desde 23 de junho, quando aconteceu a primeira notificação de caso da doença

em Mato Grosso do Sul, a SES vem seguindo rigorosamente as orientações do Ministério da Saúde.
Até o momento, dois óbitos suspeitos pela gripe já foram descartados (um de Campo Grande e outro de Caarapó). Ainda existem cinco que a SES aguarda resultado do instituto, sendo quatro de Campo Grande e um de Ponta Porã. Há ainda um sexta suspeita do município de Amambai, que só será confirmado por vínculo epidemiológico porque não foi coletada amostra e nem realizada necropsia.
Houve outros óbitos de idosos em alguns municípios do estado que, entre as hipóteses, considerou-se a suspeita da H1N1 2009. Contudo, foram confirmados outros diagnósticos, principalmente, de pneumonia sem qualquer vínculo com gripes, seja a sazonal ou do novo vírus, por exemplo.
Em relação à divulgação dos casos o diretor frisa: “A busca por dados reais é parte das atividades dos profissionais de saúde; esta é uma questão ética constante. Portanto, não existe a menor possibilidade de que os dados não sejam apresentados conforme ocorrem.”

Deixe seu Comentário

Leia Também

Após três dias sem registro, Reserva Indígena tem 51 novos casos de Covid-19
DOURADOS 
Após três dias sem registro, Reserva Indígena tem 51 novos casos de Covid-19
Golpista clona celular de secretário para pedir dinheiro
GOLPE
Golpista clona celular de secretário para pedir dinheiro
Mesmo com multas, torcedores do Flamengo fizeram aglomeração no Rio
ESPORTES
Mesmo com multas, torcedores do Flamengo fizeram aglomeração no Rio
OPORTUNIDADE
Seleção de profissionais para credenciamento na Escolagov segue até dia 31 de março
Maconha é apreendida em mata próximo a presídio
TRÊS LAGOAS
Maconha é apreendida em mata próximo a presídio
OPORTUNIDADE
UEMS abre inscrições para a seleção de professor temporário para curso de Medicina
POLÍTICA
Tecnologia 5G estará disponível em todas as capitais até julho de 2022
MIRANDA
Polícia Militar prende autor de furto e recupera objeto subtraído
ECONOMIA
Contas públicas têm superávit de R$ 58,4 bilhões em janeiro
MEDIDA
Calamidade pública de Laguna Carapã pode ser prorrogada até 30 de junho

Mais Lidas

POLÍCIA
Identificada vítima fatal de acidente entre carretas
DOURADOS 
Operação desarticula quadrilha especializada em furtos de máquinas agrícolas
PARAGUAI
Quadrilha é presa com 1,4 tonelada de cocaína e até avião na fazenda de Pavão
PERIMETRAL NORTE
Carro é destruído pelo fogo após acidente em Dourados; veja o vídeo