Menu
Busca quinta, 24 de junho de 2021
(67) 99257-3397

MS pede reforço da Força de Segurança Nacional

23 maio 2006 - 06h08

Mato Grosso do Sul pediu ao Ministério da Justiça que designe um reforço de 150 policiais da Força Nacional de Segurança Pública para ajudar na vigilância dos presídios e também no policiamento urbano. A medida foi discutida e decidida em reunião realizada hojem do GGI (Gabinete de Gestão Integrada de Segurança Pública), do qual participam tanto o secretário de Justiça e Segurança Pública, Raufi Marques, como os comandantes da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros, diretor da Polícia Civil, juiz corregedor, membro do Ministério Público e da Agepen (Agência de Administração do Sistema Penitenciário). Raufi Marques já comunicou por telefone a decisão ao secretário nacional de Segurança Pública, Luiz Eduardo de Mello Soares, e hoje o governador Zeca do PT entrega formalmente o pedido de reforço policial ao ministro da Justiça Márcio Thomaz Bastos. “É [uma medida] por zelo, cuidado por parte do governo. Para tranqüilizar ainda mais a população”, resumiu Raufi. O secretário explicou que devido às depredações ocorridas durante a rebelião da semana passada em quatro penitenciárias do Estado, o número de agentes e policiais para manter a vigilância nesses presídios teve que ser triplicado. Isso acontece porque grades e portas foram destruídas, bem como outras instalações, o que exige a presença de mais policiais para manter a ordem interna.Desta forma, os membros do GGI entenderam que é prudente solicitar reforço da Força Nacional de Segurança. São policiais treinados para agirem em momentos de tensão, como o que ocorreu durante a rebelião. A Força é composta por homens de diversos Estados, inclusive de Mato Grosso do Sul. Raufi acredita que o pedido de Mato Grosso do Sul será atendido pelo Ministério da Justiça; a Força Nacional deve permanecer por 60 dias no Estado. Enquanto isso, nos quatro presídios em que ocorreram rebeliões continua suspensa a visitação e os trabalhos de reforma já começaram. O secretário viaja a Brasília, na quinta-feira, para agilizar a liberação dos recursos necessários ao custeio das obras e também para concluir a compra de equipamentos do presídio de Naviraí. “Queremos para os próximos dias abrir o presídio de Naviraí”, afirmou. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

FUTEBOL
Atlético-GO tira invencibilidade do Fluminense no Brasileiro
FUTEBOL
Empate mantém São Paulo e Cuiabá sem vencer no Campeonato Brasileiro
Brasil registra 2.392 mortes e 115.228 casos de Covid em 24 horas
CORONAVÍRUS
Brasil registra 2.392 mortes e 115.228 casos de Covid em 24 horas
DOURADOS
Prefeitura retoma pavimentação asfáltica no Jardim das Primaveras
BRASIL
Comissão discute fechamento de agências do Banco do Brasil no RN
FUTEBOL
Bragantino vence Palmeiras e assume ponta do Brasileiro
POLÍTICA
Senado aprova suspensão de despejo de imóveis alugados
IMUNIZAÇÃO
Covid-19: 40% da população adulta foi imunizada com a primeira dose
CÂMARA DOS DEPUTADOS
Votação de projeto sobre terras indígenas pela CCJ divide opiniões no Plenário
ESPORTES
Já classificado, Brasil perde para Rússia na Liga das Nações de vôlei

Mais Lidas

DOURADOS
Marido de mulher executada em emboscada é encaminhado para prestar depoimento
EXECUÇÃO
Bilhete ajuda SIG a prender suspeita de atrair detetive e atirador é localizado no MT
CAMPO GRANDE
Homem é espancado e confundido com serial killer depois de ser abandonado em rodovia
DOURADOS
Relacionamento conturbado e bens patrimoniais teriam motivado execução de Zuleide