segunda, 22 de abril de 2024
Dourados
25ºC
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397

MS está incluido em novo programa de eletrificação rural

17 setembro 2003 - 11h07

O governador Zeca do PT anunciou esta manhã, logo depois de audiência com o subsecretário de Desenvolvimento Energético do Ministério das Minas e Energia, Marcelo Khaled Poppe, a inclusão de Mato Grosso do Sul no programa Universalização da Energia Rural, que será lançado em breve pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva.Com investimentos anuais da ordem de R$ 80 milhões, o programa - o mais abrangente nesse setor a ser implantado no Estado - prevê a inclusão de 24 mil domicílios rurais nos próximos quatro anos e praticamente eliminará a demanda de eletrificação rural existente atualmente no Estado, calculada em 25 mil domicílios. “Vamos melhorar a vida das pessoas que moram no campo e contribuir para a geração de emprego e riqueza”, afirmou o governador.Zeca do PT lembrou que o novo programa do governo federal substituirá o Luz no Campo, lançado e executado durante seu primeiro mandato e que serviu de modelo para os projetos de eletrificação rural durante a gestão do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. “Muitos Estados se espelharam no nosso programa para levar energia ao campo. Nosso desafio agora é fazer com que o programa avance e seja implantado o mais rápido possível”, disse o governador. Enquanto aguarda o anúncio oficial, pelo presidente Lula, Zeca do PT se antecipou e hoje mesmo determinou a criação do Comitê Gestor, que montará a agenda da eletrificação rural para os próximos quatro anos.O programa Universalização da Energia Rural cobrirá todo o país e é voltada para zerar a demanda dois milhões de domicílios rurais que, sem luz elétrica, estão excluídos do chamado processo de modernidade. “Mato Grosso do Sul, que é modelo no setor, continuará desenvolvendo um programa forte de eletrificação rural. Estamos aportando os recursos necessários para cobrir todo o país e promover a inserção social e permitir que essas famílias tenham acesso ao desenvolvimento”, disse o subsecretário Marcelo Khaled Poppe. Parte dos investimentos será financiada a fundo perdido e outra será garantida pelo governo estadual e a iniciativa privada, que será parceira no programa.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Indígenas prometem seguir lutando por demarcação de terras
POLÍTICA

Indígenas prometem seguir lutando por demarcação de terras

MUNDO NOVO

Mestrado em Biodiversidade e Sustentabilidade Ambiental abre inscrições

ECONOMIA

Não houve invasão externa em sistema do Tesouro, diz Haddad

COTAÇÃO

Dólar cai para R$ 5,16 à espera de dados nos Estados Unidos

Ministra mantém indenização de Deltan a Lula por caso de powerpoint
JUSTIÇA

Ministra mantém indenização de Deltan a Lula por caso de powerpoint

CAMPO GRANDE 

Homem que atropelou e matou esposa é liberado após audiência de custódia 

COTAÇÃO

Agronegócio fecha a segunda-feira com reduções nos preços em Dourados

QUATRO ANOS

Detento que cavou buraco em canil para fugir da PED é preso em Goiás 

RODOVIA ESTADUAL 

Homem é preso transportando 700 pacotes de cigarros contrabandeados

REFERÊNCIA

Voucher Transportador já atendeu quase mil motoristas e pode ampliar vagas

Mais Lidas

CAMPEONATO ESTADUAL

Operário domina partida, vence o DAC por 3 a 1 e conquista o título Estadual

DOURADOS

Jovem morre a caminho de hospital após ser atingido por facada no abdômen

CAPITAL

Trabalhadores que faziam serviço tapa-buraco são atropelados

FUTEBOL

Sem o título, Dourados perde ainda duas vagas para competições nacionais