Menu
Busca quarta, 20 de outubro de 2021
(67) 99257-3397

MS: dona de escola é presa por estelionato

27 março 2008 - 12h45

Angélica Cristina Silveira de Sá Pinto Rhodus (38), proprietária da Escola Arco Íris de Três Lagoas, foi presa no último dia 25, por policiais civis da DIG (Delegacia de Investigações Gerais), em cumprimento de mandado de prisão expedido na mesma data por estelionato. A prisão ocorreu às 11h de terça-feira, no prédio da própria escola. Angélica foi levada ao 1º DP (Distrito Policial) para ser ouvida pela delegada Ariene Murad, e foi encaminhada em seguida para o presídio feminino.

Golpe
Segundo informações da delegada, Angélica cometeu estelionato em crime continuado, ao emitir notas e cheques sem fundo no comércio da cidade.
O golpe funcionava da seguinte maneira: na primeira vez em que ia a um estabelecimento comercial local, o pagamento era feito à vista, para ganhar a confiança do comerciante. Os cheques emitidos por Angélica eram em nome da filha e do genro, de acordo com a delegada Ariene, os nomes dos dois já constam no inquérito; uma terceira pessoa que também teria emitido cheques está sendo procurado. Os quatro serão, provavelmente, enquadrados por formação de quadrilha.
Entre as quantias, R$ 1,5 mil em cheques e R$ 3 mil em notas para comerciante de produtos importados; R$ 2,569 mil em cheques para cabeleireiro; R$ 2,982 mil em cheques para a Companhia da Moda; R$ 4 mil para a Padaria Vips; R$ 7 mil em uniformes escolares; R$ 4,5 mil em cheque e R$ 1,58 mil em notas na Padaria Karícia.

A polícia investiga o caso desde janeiro. A acusada responde processos nas cidades de São Caetano (SP), por formação de quadrilha, e Rio de Janeiro (RJ), por estelionato.

Escola
Além do crime de estelionato, há inúmeros processos trabalhistas contra Angélica por conta do não pagamento de funcionários da escola Arco Íris. De acordo com a delegada, a escola nem teria sido paga ao antigo proprietário, e as dívidas ultrapassam R$ 400 mil. Os advogados da acusada alegaram que a rescisão contratual já vinha sendo pleiteada.

Giani Ramona da Silva, professora de Matemática do 5º ao 9º ano da Escola, é uma das funcionárias afetadas. "Resolvi sair na segunda-feira. Preciso agora dar baixa na carteira. O registro consta do dia 1º de fevereiro; desde lá, nenhum pagamento foi feito. O que mais me irritou foram as promessas de pagamento. Não entrei na escola enganada, fui procurar emprego. Mas ela disse que ia priorizar o pagamento dos funcionários. Eu dei um crédito, e entrei na roubada. Tenho uma mensagem dela gravada no meu celular, na terça de manhã, dizendo que eu teria que cumprir aviso prévio. Na terça à tarde, ela foi presa. Já fui procurar o advogado e vou entrar com ação".

Deixe seu Comentário

Leia Também

Estudo italiano: só muito idosos ou doentes vacinados morrem de covid
Estudo italiano: só muito idosos ou doentes vacinados morrem de covid
Casos ilustrativos da Medicina da Alma serão abordados nesta quarta na 7ª Semana Espírita
DOURADOS
Casos ilustrativos da Medicina da Alma serão abordados nesta quarta na 7ª Semana Espírita
Homem é autuado em R$ 9 mil por incêndio em vegetação
MIRANDA
Homem é autuado em R$ 9 mil por incêndio em vegetação
Motorista de ônibus escolar é preso por estuprar menina de 12 anos
ANAURILÂNDIA
Motorista de ônibus escolar é preso por estuprar menina de 12 anos
No improviso, skatistas usam árvore derrubada por vendaval como rampa; veja o vídeo
DOURADOS
No improviso, skatistas usam árvore derrubada por vendaval como rampa; veja o vídeo
DOURADOS
Em sessão solene, Câmara homenageia a Guarda Municipal pelos 25 anos
PANDEMIA
Após mais de 1 ano e meio, MS tem boletim "zerado" de mortes por covid
AGRONEGÓCIO
Plantio da soja já beira 1 milhão de hectares em Mato Grosso do Sul
PONTA PORÃ
Agepen investiga fuga e polícia reforça buscas a interno que escapou de presídio
BRASIL
Intenção de consumo das famílias fica estável em outubro

Mais Lidas

RIO BRILHANTE
Mulher é presa após se masturbar em praça pública
LEGISLATIVO
Em Dourados, projeto quer criar Dia Municipal do Torcedor Flamenguista
CAPTURA
Cobra é capturada em para-choque de carro na região central de Dourados
DOURADOS
Preso por violência doméstica passa por audiência de custódia e tem preventiva decretada