Menu
Busca sábado, 17 de abril de 2021
(67) 99257-3397

MS deve dobrar área plantada de cana-de-açúcar até 2010

12 setembro 2005 - 10h42

A meta do Governo estadual, com a instalação de usinas de álcool no Pantanal, é dobrar a área plantada de cana-de-açúcar em Mato Grosso do Sul em cinco anos. Polêmico, o Projeto de Lei 170/05, que altera a Lei 328/82, foi publicado na edição de hoje do Diário Oficial do Estado.O governador Zeca do PT enumera as vantagens da proposta, como a geração de 15 mil empregos diretos, elevar a área cultivada de 148 mil hectares para 296 mil hectares até 2010 e obtenção de créditos de carbono (cada tonelada de cultivada de cana-de-açúcar abosrve 220 toneladas de gás carbônico e libera 140 toneladas de oxigênio).A Frente Parlamentar em Defesa do Pantanal, segundo o deputado estadual Pedro Kemp (PT), é contra a mudança na Lei 328, de 25 de fevereiro de 1982, que proíbe a instalação desses empreendimentos no Pantanal de Mato Grosso do Sul.O Governo alega que pretende permitir a instalação de empreendimentos sucroalcooleiros no planalto da borda ocidental da Bacia São Bento. A altitude será acima de 230 metros. A linha limitrófe será a serra e a estrada de acesso de Bela Vista a Aquidauana.O Estado promete criar uma coordenadoria especial na Secretaria Estadual de Meio Ambiente para supervisionar os empreendimentos, evitando riscos de qualquer tipo de poluição, seja de resíduos líquidos, sólido ou gás. O Estado promete ainda promover audiênicias públicas e Estudos e Relatório de Impacto Ambiental (EIA/Rima).De acordo com a mensagem de Zeca do PT, a instalação de usinas no Estado começou na década de 70, impulsionada pelo Próalcool. São nove destilarias. As 10 milhões de toneladas de cana-de-açúcar por ano geram 400 mil toneladas de açúcar, 200 mil metros cúbicos de álcool anidro e 300 mil de álcool hidratado.A instalação de usinas de álcool no Pantanal será tema de audiência pública prevista para 21 de setembro, a partir das 14 horas, no Plenário Júlio Maia. O projeto será analisado pelas comissões de Meio Ambiente e de Constituição, Justiça e Redação antes de ser votado, em primeira discussão, em plenário.  

Deixe seu Comentário

Leia Também

Bolsonaro visita cidade de Goiás com Pazuello e causa aglomeração
COLAPSO
Bolsonaro visita cidade de Goiás com Pazuello e causa aglomeração
Jovem com problemas emocionais se despede de familiares e desaparece
CAMPO GRANDE
Jovem com problemas emocionais se despede de familiares e desaparece
PANDEMIA SEM CONTROLE
Brasil ultrapassa 371 mil mortos por Covid; 2.865 mortes em 24 horas
APLICATIVO
Celulares podem ajudar no combate a fraudes em bombas de combustíveis
COXIM
'Descontrolado', adolescente é apreendido por pilotar moto e dar tiros
MOEDA FORTE
Paraguaios aproveitam valorização do guarani para compras no Brasil
Jovem de 19 anos é preso e multado por pescar com petrechos ilegais 
DOSES LIMITADAS
Drive-thru nos Bombeiros neste domingo começa às 8 horas
TRÁFICO
Polícia apreende mais de uma tonelada de maconha em caminhonete furtada 
SAÚDE
Bolsonaro confirma que passará por nova cirurgia para corrigir hérnia

Mais Lidas

DOURADOS
Motociclista é preso após passar 'fumando um baseado' ao lado de viatura
CRIME AMBIENTAL
Goiano preso com minhocas terá que pagar multa de quase meio milhão de reais
AMEAÇA DE EXTINÇÃO
Após passar por MS, homem é preso com mudas raras que seriam vendidas na Bolívia
DOURADOS
Funsaud oficializa saída de diretor médico da UPA após denúncia de escala sem plantonista