Menu
Busca sábado, 15 de agosto de 2020
(67) 99659-5905
MS

MPT solicita inspeção em frigoríficos para verificar medidas sanitárias diante de pandemia

14 julho 2020 - 18h35Por Da redação

O Ministério Público do Trabalho em Mato Grosso do Sul requereu aos Departamentos de Vigilância Epidemiológica dos municípios de Juti e São Gabriel do Oeste diligências nas plantas frigoríficas Frizelo e Boibrás, com o intuito de verificar se as indústrias estão cumprindo medidas sanitárias previstas em recomendação encaminhada pela instituição.

No último sábado (11), equipes das Secretarias de Saúde de Juti e Caarapó coletaram amostras respiratórias (exame RT-PCR) de aproximadamente 260 funcionários do frigorífico Frizelo – a indústria emprega em torno de 325 pessoas – visando a uma eventual detecção do novo coronavírus. A ação ocorreu depois que 34 funcionários da indústria testaram positivo para a doença. De acordo com o superintendente de Atenção Básica de Juti, Fernando da Silva Vieira, o resultado de 153 exames realizados no sábado já foi concluído, sendo confirmados 84 novos casos. Deste grupo, 55 trabalhadores residem em Juti, 24 em Caarapó e cinco em Naviraí. Com isso, sobe para 118 o total de empregados do Frizelo infectados pelo novo coronavírus.

A empresa, por conta de determinação expedida pelo município de Juti, interrompeu as atividades por sete dias, contados a partir de sábado (11), “até que todos os resultados de tipagem sejam encaminhados para a Secretaria de Estado de Saúde de Mato Grosso do Sul". Em outra frente, também concedeu férias coletivas aos demais trabalhadores, até o dia 27 de julho.  
 
O mais recente boletim da Secretaria Estadual de Saúde, publicado ainda sem a contagem dos novos casos no frigorífico Frizelo, aponta 275 pessoas infectadas pelo coronavírus em São Gabriel do Oeste, 65 em Caarapó e 36 em Juti.

Finalidade

Com as inspeções, o MPT espera conhecer quantos casos confirmados de Covid-19 existem entre os empregados das empresas, se há funcionários que residem com pessoas que tiveram diagnóstico positivo da doença e quais providências as indústrias têm adotado para evitar a proliferação da Covid-19 em seus ambientes laborais e garantir a proteção tanto dos trabalhadores diretos quanto dos prestadores de serviços.

Representante legal da Frizelo Frigoríficos Ltda. Também foi notificado a informar, no prazo de até 48 horas, acerca da situação de contágios, retratada em notícias veiculadas na imprensa local.

Em Mato Grosso do Sul, surtos de Covid-19 também já provocaram a suspensão das atividades de abate e processamento de carne em indústrias situadas em Bonito, Guia Lopes da Laguna e Rochedo.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL
“Obstáculos serão vencidos”, diz Bolsonaro durante cerimônia militar
FALTA DE ÁGUA
Indígenas vão à Câmara e pedem solução para problema antigo na Reserva de Dourados
REGIÃO
Recurso destinado por Marçal beneficia Lar do Idoso com veículo
APARECIDA DO TABOADO
Dois morrem após carreta carregada com sementes tombar em curva
BOLETIM
Dourados confirma mais duas mortes por coronavírus
MS/PR
Casal é preso em balsa com mais de 7kg de haxixe
PANDEMIA
MS registra mais de mil novos casos de Covid e sete mortes em um dia
TRÊS LAGOAS
Briga generalizada em bar termina com homem esfaqueado nas costas
MISSÃO ESPECIAL
Delegação brasileira que viajou ao Líbano retorna ao país
PREVISÃO DO TEMPO
Dourados tem alerta de tempestade e final de semana deve ser chuvoso

Mais Lidas

DOURADOS
Fogo destrói lanchonete, invade loja e queima várias motocicletas
DOURADOS
Decreto deve autorizar volta de cursos profissionalizantes e atividades práticas de universidades
PANDEMIA
Prefeitura autoriza abertura de bares e flexibiliza funcionamento de outros setores
DOURADOS
Operação 'Gambiarra' mira reformas de escolas municipais pagas por secretária em nome de empresa