Menu
Busca domingo, 09 de maio de 2021
(67) 99257-3397

Moradores de CG fazem fila para participar de ação integrada

12 março 2011 - 07h38

Dezenas de pessoas chegaram cedo ao campo gramado de futebol do Bairro Dom Antônio para participar do Programa Indústria Ativa Campo Grande, que tem o intuito de levar os serviços do Sesi, Senai e Sebrae/MS para as comunidades carentes da cidade. No momento, os cursos gratuitos de capacitação oferecidos pelo Senai estão atraindo a maioria das pessoas presentes ao local na manhã deste sábado (12/03).

Luiz Aparecido Cândido Reis , 60 anos, morador do Jardim Colorado, localizado ao lado do Dom Antônio, chegou às 6h30 com a esposa, Clarinda Prates da Silva, 44 anos, eles querem fazer cursos de eletricista e de panificação, respectivamente. “Acho ótima essa oportunidade de podermos fazer um curso de qualificação sem pagar nada e sem precisar sair do bairro para fazer o curso”, declarou Luiz Reis.

Ele trabalha como pedreiro e quer outros cursos na área para poder crescer na profissão. “Quero aprender outras funções na área, com isso poderei ganhar mais”, disse. Hoje ele está desempregado, mas disse que a renda que obtinha era em torno de R$ 900. Já Clarinda , trabalha como cozinheira e recebe R$ 900. “Na área de panificação eu vou conseguir trabalhar menos e receber mais”.

O vigia noturno Higino Gonçalves, 42 anos, também tem essa expectativa. Ele também está desempregado e quer fazer o curso para conseguir desenvolver a atividade e melhorar a renda. “Antes eu trabalha à noite como vigia e durante o dia na coleta de materiais recicláveis, no aterro, agora só estou na coleta dos materiais”, Com a coleta de materiais, Higino consegue uma renda de R$ 180 por semana.

A ação

O Programa Indústria Ativa Campo Grande também está desenvolvendo uma ação de combate à dengue, incluindo gincana, confecção de repelente caseiro ao mosquito, apresentação cultural e informações sobre sintomas, tipos de dengue e tratamento da doença.

Com o trabalho de pelo menos 50 operários, a estrutura que está sendo montada para o evento inclui palco para a abertura da ação integrada e apresentações teatrais com abordagem sobre a dengue, 14 tendas para abrigar os serviços de inscrição nos cursos profissionalizantes gratuitos e atendimentos nas áreas de saúde, educação e lazer, além das ações de combate à dengue e de consultoria aos pequenos comerciantes.

“Nós escolhemos a região do Dom Antonio porque uma pesquisa indicou que existem 2.700 pessoas desempregadas naquela área. Vamos buscar a mão de obra que falta na indústria nos bairros da cidade e qualificar as pessoas perto de onde moram”, detalhou o presidente da Fiems, Sérgio Longen.

Para o presidente da Associação de Moradores do Bairro Dom Antônio Barbosa, Rubens Honório Alcântara, a iniciativa do Sistema Fiems vai produzir um impacto muito positivo. “Essa ação é sinônimo de qualidade de vida e é isso que a nossa população precisa. O grande número de pessoas que demonstraram interesse em fazer os cursos é a prova de que nossa comunidade quer trabalho e emprego. Tenho certeza que vamos conseguir formar as turmas para fazer os cursos oferecidos”, garantiu.

Programação

Durante todo o sábado no campo de futebol localizado na Rua Anselmo Sellingardi, os moradores terão a oportunidade de fazer inscrições nos cursos gratuitos do Senai nas áreas de construção civil (armador, carpinteiro, eletricista, encanador, pedreiro e pintor), vestuário e têxtil (costura industrial), alimentação (padeiro e processo de desossa de carne) e mecânica (mecânico de bicicleta). “Teremos uma estrutura para receber as matrículas das pessoas interessadas nos cursos gratuitos para que sejam formadas as turmas e iniciadas as aulas já na segunda quinzena de março no próprio bairro. Trata-se de uma oportunidade única essa de realizar um curso de qualificação profissional do Senai sem qualquer custo”, reforçou o gerente da FatecSenai Campo Grande, Artur Quintella.

Além disso, os moradores da região poderão receber os serviços do Sesi na área de saúde (odontologia, escovódromo e ginecologia) e educação, como fazer currículos e cadastramento em cursos de interesse no ônibus de Inclusão Digital. Também está prevista aulas sobre as principais formas de higienização de alimentos no caminhão do Cozinha Brasil, distribuição da revista Sesinho e de informativos, estande para cadastramento e levantamento de necessidade de documentação, roda de leitura na Biblioteca Itinerante e contação de histórias.

O gerente técnico do Sesi, Arnaldo Leite, reforça que os moradores também terão vários serviços da entidade voltados ao combate à dengue. “A chuva dos últimos dias criaram um ambiente favorável à proliferação do mosquito da dengue, por isso as equipes do Sesi vão orientar sobre as formas de combate ao vetor, fazer a distribuição de cartilhas e ainda ensinar como produzir repelentes”, disse, informando que na área da saúde a unidade móvel de ginecologia terá como foco a prevenção do câncer de mama.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Técnico Enderson Moreira é internado em MG após princípio de infarto
GERAL
Técnico Enderson Moreira é internado em MG após princípio de infarto
PANDEMIA
Como fazer suas compras de mantimentos de forma segura
PANDEMIA
Covid-19: o que fazer com as compras quando chegar em casa
CPI
CPI mira vacinas em audiências com Anvisa e Pfizer
Comissão debate representatividade política das pessoas com deficiência
DIREITOS HUMANOS
Comissão debate representatividade política das pessoas com deficiência
POLÍTICA
Pauta do Plenário tem três MPs, Loteria da Saúde e proibição de reajuste de medicamentos
SAÚDE
Pesquisa mostra aprofundamento de desigualdades na infância
GERAL
Explosão de gás destrói restaurante em Belém
ASTRAZENECA
Ministério da Saúde anuncia distribuição de doses para próxima segunda
POLÍTICA
Secretaria da Mulher debate situação das domésticas na pandemia

Mais Lidas

DOURADOS
Adolescentes flagrados em festa 'entregam' distribuidora que vendeu bebidas alcoólicas
BR-163
Colisão entre viatura e carreta termina com policial ferido
ACIDENTE
PRF diz que policial saiu andando de viatura após colisão com carreta
BR-163
Viatura da PRF estava com apenas um ocupante quando colidiu contra carreta