Menu
Busca quarta, 21 de abril de 2021
(67) 99257-3397

Moka vai presidir comissão que vai investigar a Parmalat

22 janeiro 2004 - 13h09

A comissão especial que acompanhará a crise da multinacional italiana Parmalat acaba de eleger seus dirigentes. A presidência da comissão ficou com o deputado Waldemir Moka (PMDB-MS), atual presidente da Comissão de Agricultura e Política Rural. O deputado Ronaldo Caiado (PFL-GO) será o primeiro vice-presidente e Zonta (PP-SC), o segundo vice. A terceira vice-presidência ficou com o deputado Vittorio Medioli (PSDB-MG). O relator da matéria será o deputado Assis Miguel do Couto (PT-PR). A reunião da comissão, que havia sido interrompida para que os deputados pudessem participar da Ordem do Dia do plenário, está prosseguindo nesse instante. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Contêineres para descarte de resíduos sólidos são instalados em área indígena
DOURADOS
Contêineres para descarte de resíduos sólidos são instalados em área indígena
MUDANÇAS NO CTB
Nova Lei abranda infração para motociclistas sem viseira ou óculos de proteção
Prefeitura dá início a entrega de Kits Alimentação para mais de 8 mil alunos
DOURADOS
Prefeitura dá início a entrega de Kits Alimentação para mais de 8 mil alunos
Dourados estreia com derrota para o  Comercial no hexagonal
FUTEBOL
Dourados estreia com derrota para o Comercial no hexagonal
Resultados de exames para Covid-19 podem ser acessados sem sair de casa em MS
PANDEMIA
Resultados de exames para Covid-19 podem ser acessados sem sair de casa em MS
DOURADOS
Campanha quer arrecadar alimentos entre pessoas vacinadas contra a Covid
CRIME AMBIENTAL
Derrubada ilegal rende multa de R$ 36 mil a fazendeiro
IVINHEMA
Polícia encontra mais de 800kg de maconha em casa alugada para o tráfico
LOTERIA
Mega-Sena pode pagar prêmio de R$ 2,5 milhões amanhã
JOGOS DE TÓQUIO
Sorteio define grupos das seleções masculina e feminina de futebol na Olimpíada

Mais Lidas

DOURADOS/ITAPORÃ
Produtor rural morto em acidente na MS-156 voltava de aniversário em pesqueiro
DOURADOS
Perícia não encontra sinais de violência e morte de mulher pode ter sido por causas naturais
DOURADOS
Mãe de menor que organizou festa clandestina com mais de 40 pessoas é presa
TIRADENTES
Comércio, vacinação e bancos; veja o que funciona no feriado em Dourados