Menu
Busca sábado, 18 de setembro de 2021
(67) 99257-3397
ELEIÇÕES

Ministro Rossetto se licencia para coordenar a campanha de Dilma

08 setembro 2014 - 12h15

O ministro do Desenvolvimento Agrário, Miguel Rossetto (PT-RS), se licenciou do cargo para, a partir desta segunda-feira, dia 08 de setembro, atuar na coordenação da campanha à reeleição da presidente Dilma Rousseff, informou a assessoria da pasta. A exoneração de Rossetto foi publicada na edição desta segunda do "Diário Oficial da União".

Ainda de acordo com assessores, o petista deve retornar ao ministério ao final do processo eleitoral. No lugar de Rossetto, assume interinamente o comando do ministério o secretário-executivo da pasta, Laudemir Müller.

Atualmente, a coordenação da campanha de Dilma é exercida pelo presidente nacional do PT, Rui Falcão, e pelo ex-chefe de gabinete da Presidência Giles Azevedo. Segundo a assessoria de Rossetto, a orientação repassada ao ministro é de que, inicialmente, ele será um dos coordenadores da campanha presidencial petista.

Assessores do titular do Desenvolvimento Agrário ressaltaram que ele será responsável por definir a linha política da campanha. Entre as novas atribuições de Rossetto, está a definição de estratégias para enfrentar eventuais ataques de adversários de Dilma na corrida pelo Palácio do Planalto.

A decisão de que o ministro se dedicaria exclusivamente à campanha, destacou a assessoria, foi tomada em conjunto com a presidente da República. Dilma e Rossetto trabalharam juntos no governo gaúcho durante a gestão de Olívio Dutra (1999-2002). À época, ele era vice-governador do Estado e ela comandava a Secretaria de Minas, Energia e Telecomunicações. Mais tarde, os dois voltaram a ser colegas no governo Luiz Inácio Lula da Silva (2003-2010).

Segundo a assessoria do Ministério do Desenvolvimento Agrário, a ida de Rossetto para a campanha não tem relação com as informações de o ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa teria citado os nomes de vários integrantes da base aliada e inclusive de um ministro de Estado durante depoimentos de delação premiada. A denúncia foi publicada na edição deste final de semana da revista "Veja".

Rossetto passou parte do último domingo (7) reunido com Dilma no Palácio da Alvorada. Na manhã desta segunda, o ministro voltou à residência oficial da Presidência para novo encontro com a presidenciável petista. Além de Rossetto, participaram da reunião desta segunda o ministro da Casa Civil, Aloizio Mercadante, e o ex-ministro de Comunicação Social Franklin Martins.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Jovem de 19 anos morre em acidente com motocicleta
CAPITAL
Jovem de 19 anos morre em acidente com motocicleta
TELEFONIA
Governo edita decretos para tentar destravar licitação do 5G
Casal é preso por golpe ao vender carro alugado e alegar "furto"
Fundação de Cultura seleciona artesãos para participar de duas Feiras
OPORTUNIDADE
Fundação de Cultura seleciona artesãos para participar de duas Feiras
Grávida, Geisa Oliveira, ex seleção de basquete, morre aos 42 anos
CAMPINAS
Grávida, Geisa Oliveira, ex seleção de basquete, morre aos 42 anos
DOURADOS
Faculdade Intercultural Indígena publica moção contra o marco temporal
FOGO AMIGO
Militar baleado ao defender mulher na rua recebe alta de hospital
ESPORTE
Dourados enfrenta Miranda na semifinal da Copa Morena neste sábado
PARAGUAI
Com mandado de prisão em abertos, brasileiro é expulso do Paraguai
EDUCAÇÃO
UEMS regulamenta retomada gradual das atividades presenciais

Mais Lidas

DOURADOS
Morto durante o trabalho em fazenda tinha 26 anos
ACIDENTE DE TRABALHO
Maquinário cai e mata trabalhador em fazenda entre Dourados e Itahum
24 HORAS DE VACINA
Dourados terá 'viradão' da vacina para aplicar doses em cinco grupos
REGIÃO
Casal precisa ser socorrido após carro quase ser "engolido" pela chuva