Menu
Busca sexta, 14 de maio de 2021
(67) 99257-3397

Ministro promete interceder por produtores de MS

11 março 2011 - 17h08

A Federação da Agricultura e Pecuária de MS (Famasul) e a Associação dos Produtores de Soja (Aprosoja) vão elencar medidas para minimizar as perdas dos produtores de Mato Grosso do Sul com as chuvas dos últimos dias. A posição foi acertada hoje (11.03) entre o ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra, o diretor da Famasul, Dácio Queiroz, e o presidente da Aprosoja, Almir Dalpasquali, em reunião na Base Aérea de Campo Grande.

O ministro e sua comitiva vieram ao Estado ver de perto a extensão dos estragos da chuva. Foram recebidos pelo governador, André Puccinelli, pelo prefeito de Campo Grande, Nelson Trad, e por uma comitiva de 12 prefeitos dos municípios mais afetados pela enchente. Segundo Puccinelli, os efeitos da chuva foram abordados com o ministro a partir de três problemas específicos: as 891 famílias desalojadas que perderam tudo e não poderão voltar para casa; os danos causados nas estradas e o déficit que as perdas vão gerar no caixa de MS por conta da queda na arrecadação. “Cerca de 85% da receita tributária do Estado vem do ICMS”, enfatizou o governador, calculando o prejuízo a partir de uma quebra inicial estimada em um milhão de toneladas de soja perdidas na lavoura. “Vai ser um ano de vacas magras”, enfatizou.

Segundo o ministro, a recuperação de estradas e reconstrução de pontes está entre as prioridades nas medidas de emergências para o Estado. “É necessária a construção de pontes de concreto e não mais de madeira para que não se repita o que aconteceu”, enfatizou. Bezerra não prometeu nenhuma liberação de recursos, mas se comprometeu de interceder junto ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e o Conselho Monetário Nacional (CMN) para a elaboração de medidas que contemplem a todos os produtores situados nos municípios de emergência reconhecida, sem a necessidade de renegociação caso a caso, como acontece normalmente.

“O ministro sinalizou com a esperança que haverá medidas que venham amenizar as perdas com a cheia, que agravou a situação causada pela situação inversa, de extrema seca, verificada no ano passado”, ressaltou Dácio Queiroz. Até a manhã de sexta-feira, cinco municípios sul-mato-grossenses haviam decretado situação de emergência e aguardavam o reconhecimento federal para esta condição. A previsão é de que outros 11 sigam o mesmo caminho nos próximos dias. Com a emergência reconhecida, será possível aos produtores rurais renegociar dívidas com as instituições financeiras.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Ipea: inflação desacelera para todas as faixas de renda em abril
ECONOMIA
Ipea: inflação desacelera para todas as faixas de renda em abril
Dourados se aproxima de 29 mil casos de coronavírus e registra mais três óbitos
PANDEMIA
Dourados se aproxima de 29 mil casos de coronavírus e registra mais três óbitos
Sejusp autoriza promoção funcional Ano Base 2020 de 86 servidores da Polícia Civil
MS
Sejusp autoriza promoção funcional Ano Base 2020 de 86 servidores da Polícia Civil
Lobinho atropelado é resgatado às margens de rodovia de MS
RIO NEGRO
Lobinho atropelado é resgatado às margens de rodovia de MS
Concessão de terrenos é feita e auxilia no fomento de indústrias locais
DOURADOS
Concessão de terrenos é feita e auxilia no fomento de indústrias locais
PANDEMIA
MS soma mais de 890 mil doses de vacinas aplicadas contra o coronavírus
POLÍTICA
Em MS, Bolsonaro defende voto impresso e diz que só perde para Lula na fraude
BRASIL
Butantan paralisa produção de vacinas por falta de insumos
DOURADOS
Comad realiza encontros para discutir sobre a pandemia da dependência química
PARADESPORTO
De MS, Fernando Rufino conquista o ouro na Copa do Mundo de Paracanoagem

Mais Lidas

DOURADOS
Descontrolado, pastor xinga policiais por ser orientado a diminuir som de igreja
PESQUISA
Estudo confirma presença de dinossauros em Mato Grosso do Sul
ARTISTA
Desenhista de MS "consagrado" por Silvio Santos terá novo encontro com apresentador
CORONAVÍRUS
Murilo Zauith passa por reabilitação e segue internado em SP