sábado, 15 de junho de 2024
Dourados
29ºC
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397

Ministro destaca atuação de João Grandão no Panambizinho

27 outubro 2004 - 18h48

O ministro da Justiça Márcio Thomaz Bastos elogiou a atuação do deputado federal João Grandão (PT-MS) no processo que culminou com a homologação das terras indígenas da aldeia Panambizinho em Dourados. O ministro saudou em nome do deputado João Grandão as autoridades presentes ontem à tarde na solenidade no Palácio do Planalto quando o Presidente Luiz Inácio Lula da Silva homologou  14 terras indígenas, numa área equivalente a 2.337.883 ha. (dois milhões, trezentos e trinta e sete mil, oitocentos e oitenta e três hectares), incluindo a área de Panambizinho.Participaram da cerimônia os Ministros da Justiça, Márcio Thomaz Bastos; do Desenvolvimento Agrário, Miguel Rossetto; e do Meio Ambiente, Marina Silva, e os presidentes da Fundação Nacional do Índio (Funai), Mércio Gomes, e do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), Rolf Hackbart.João Grandão também foi elogiado pelo presidente da Funai pela demonstração de interesse em participar da resolução do conflito entre índios e colonos que perdurou durante décadas em Dourados. O parlamentar petista afirmou que a homologação é um exemplo de que quando há compromisso e interesse político é possível resolver situações conflituosas através do diálogo respeitando os direitos dos índios e dos colonos.Foi assinado ainda um convênio entre os Ministérios da Justiça e do Desenvolvimento Agrário para agilizar o processo de assentamento de trabalhadores rurais que ocupam áreas indígenas. A partir de agora, o Incra inicia o processo de transferência dos trabalhadores logo após a demarcação da terra, feita pela Funai.A demarcação dessa terra ocorreu após inúmeras negociações com os colonos e índios e contou com a participação do Gabinete do Ministro de Estado da Justiça, da Funai, do Ministério do Desenvolvimento Agrário, do Incra, da Prefeitura Municipal de Dourados, do Ministério Público Federal, do Governo do Estado através do Idaterra e do Gabinete do Deputado Federal João Grandão (PT/MS). Durante as negociações, houve o reassentamento dos colonos em uma área indicada pelo Incra e previamente acordada com eles.A homologação é a última etapa de um processo que começa com a identificação de terras indígenas, pela Funai, após análise de estudos antropológicos. Em seguida, o Ministério da Justiça avalia esses estudos e publica a Portaria Declaratória, que autoriza a demarcação das terras. Depois desse trabalho, a Funai envia os resultados da demarcação ao MJ, que os analisa e propõe a homologação à Presidência da República. Só então vem a fase final do registro dessas terras no Serviço de Patrimônio da União e em cartórios municipais onde elas estão localizadas.  

Deixe seu Comentário

Leia Também

Foragido é capturado na capital
AERO RANCHO

Foragido é capturado na capital

Som da Concha vai ter show especial no próximo domingo com Fronteira Guarani
CULTURA

Som da Concha vai ter show especial no próximo domingo com Fronteira Guarani

Indígenas Tupinambá cobram declaração de terra paralisada no governo
BRASIL

Indígenas Tupinambá cobram declaração de terra paralisada no governo

Motociclista que morreu em acidente na BR-163 tinha 31 anos
ACIDENTE

Motociclista que morreu em acidente na BR-163 tinha 31 anos

Atletas indígenas são destaque em Jogos Escolares da Juventude de Mato Grosso do Sul
ESPORTES

Atletas indígenas são destaque em Jogos Escolares da Juventude de Mato Grosso do Sul

COOPERATIVISMO

Promoção Investe, Poupa e Ganha do Sicredi sorteará R$ 15 mil por cooperativa no segundo sorteio

RESSOCIALIZAÇÃO

'Despertando Conexões': projeto leva robótica a internos da Penitenciária Estadual de Dourados

GATUNO

PM vai às ruas em operação contra furtos e roubos

INTERNACIONAL

Presidente faz balanço da Cúpula do G7 e de fórum da OIT

ATENÇÃO PRIMÁRIA

Cassems inicia as reuniões de apresentação do projeto "Saúde Todo Dia" 

Mais Lidas

NEGÓCIOS E CIA

Veja quem recebe o PIS/Pasep na próxima semana

LUTO

Policial civil sofre infarto no trabalho e morre em hospital de Dourados

DECISÃO

Mesmo sem duplicação de pontos críticos, pedágios da BR-163 aumentam a partir desta sexta-feira

MS-164

Mais de R$ 100 mil em defensivos agrícolas contrabandeados são apreendidos na fronteira