Menu
Busca quinta, 21 de outubro de 2021
(67) 99257-3397

Milho safrinha pode sofrer influência do La Niña

20 março 2008 - 10h18

 
Oficialmente, o outono começou às 5h48 desta quinta-feira (dia 20) e a nova estação deve ter pouca chuva na maior parte do território brasileiro. De acordo com o pesquisador da Embrapa Milho e Sorgo (Sete Lagoas-MG) Williams Ferreira, "as atuais condições do fenômeno La Nina indicam seu enfraquecimento nos próximos três meses".
Ainda segundo ele, existe 30% de probabilidade de que em abril, maio e junho ocorram temperaturas abaixo da média na maior parte do país. Com a expectativa de menos chuva e temperaturas menores do que as normais para o período, as lavouras de milho plantadas nos meses de janeiro e fevereiro poderão ser prejudicadas na maior parte do Brasil. O milho safrinha, na avaliação do pesquisador, poderá sofrer com a falta de água no momento em que ele mais precisa: a época do florescimento.
Williams lembra que temperatura e disponibilidade de água não são os únicos fatores que influenciam na produção e na produtividade do milho. Eles dividem essa importância com outros fatores, como o manejo adequado da lavoura, a escolha correta da semente e o uso de fertilizantes. Temperaturas mais baixas levam a um ciclo maior no milho. Com isso, a cultura não se desenvolve em condições normais e não expressa todo o seu potencial produtivo. Conseqüentemente, há chance de a produção e a produtividade do milho serem menores.
Para a estação que está chegando, a probabilidade de ocorrerem chuvas abaixo da média do período é de 40% em todo o Rio Grande do Sul, em Santa Catarina, no Sudoeste paranaense e na parte central do Mato Grosso do Sul. Já para o restante do Paraná, o Noroeste mineiro e o estado de São Paulo (exceto o Norte), a probabilidade é de 30% de as chuvas estarem na média ou pouco abaixo dela no período.
Ao mesmo tempo, em quase todo o território brasileiro as temperaturas têm 30% de probabilidade de ocorrerem abaixo da média. Acontecendo isso, a evapotranspiração (combinação da quantidade de água transpirada pela planta com a quantidade evaporada diretamente pela superfície do solo) pode ser reduzida e o impacto causado pela redução na chuva diminuirá.
Para o milho cultivado acima dos 600 metros de altitude no Rio Grande do Sul há, inclusive, risco de geada. Já em boa parte do Nordeste (Piauí, Ceará, extremo Oeste do Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Alagoas e Semi-Árido baiano), há 30% de probabilidade de as temperaturas permanecerem próximas da média ou pouco abaixo dela. No Sul e no Sudeste gaúchos, ao contrário, há 30% de probabilidade de as temperaturas ocorrerem dentro ou pouco acima da média do outono.

Deixe seu Comentário

Leia Também

AJUDA
Caixa Econômica paga auxílio emergencial a nascidos em fevereiro
Detran/MS dá início a curso para uso do talonário eletrônico em Dourados
CAPACITAÇÃO
Detran/MS dá início a curso para uso do talonário eletrônico em Dourados
REGIÃO
Governo lança sistema para melhorar atendimento aos migrantes
Coelho arranca gargalhadas e anima pessoas em Dourados
INFORME PUBLICITÁRIO
Coelho arranca gargalhadas e anima pessoas em Dourados
Uma classe unida fortalece a advocacia de todos, diz Beto Teixeira, candidato a presidente de OAB
TV DOURADOS NEWS
Uma classe unida fortalece a advocacia de todos, diz Beto Teixeira, candidato a presidente de OAB
FRONTEIRA
Apreendidos 246 quilos de cocaína nos destroços do helicóptero que caiu
INVESTIMENTO
Dourados recebe quase R$ 4 milhões em obras voltadas para o esporte
DETRAN
MS vai ter CNH Social para beneficiar cinco mil pessoas por ano
IMUNIZAÇÂO
Dourados segue com imunização contra Covid-19 nesta quinta-feira
MS
Preso na Bolívia, "gerente" do bando que roubou aviões é extraditado

Mais Lidas

CAPTURA
Cobra é capturada em para-choque de carro na região central de Dourados
JARDIM MÁRCIA
Bandidos fazem "limpa" em motel de Dourados e levam até carro
REGIÃO
Duas pessoas morrem carbonizadas após queda de helicóptero carregado com cocaína
DOURADOS
Entreposto que tinha até pé de maconha é fechado e trio preso pela polícia