Menu
Busca sexta, 07 de maio de 2021
(67) 99257-3397

Michael Schumacher bate a 300km/h em Monza

02 setembro 2004 - 20h07

O heptacampeão mundial da Fórmula 1 chocou seu carro contra o muro de proteção, após ter um dos pneus estourados, mas passa bem, segundo sua assessoria de imprensa. Monza, Itália.Michael Schumacher que já está em casa, em Vufflens-le-Chateau, próximo ao lago de Genebra, na Suíça, provavelmente ainda deve ressentir-se do susto desta quinta-feira em Monza, na Itália, quando sofreu sério acidente no teste coletivo da Fórmula 1. "Alguma coisa aconteceu com o pneu traseiro esquerdo, não sabemos ainda, na reta de chegada", explicou Sabine Kehm, sua assessora de imprensa. Domingo ele conquistou seu sétimo título Mundial, no GP da Bélgica, e comentou ter fôlego para correr por mais dez anos. O choque contra a grade de proteção do lado direito da pista, com a porção traseira da Ferrari, ocorreu a cerca de 300 km/h, deixando o F2004 semidestruído. Schumacher deixou o cockpit espontaneamente. "Ele deitou-se na grama, a seguir, apenas por precaução", disse Sabine. Apesar da violência do impacto, a equipe médica o atendeu ali, deitado, e de forma estranha não o encaminhou para o ambulatório do autódromo. "Michael está bem. Vai embora agora, sem problemas, porque a sessão de treinos acabou", afirmou Luca Colajanni, chefe de imprensa da Ferrari. Schumacher manteve sua rotina na volta aos boxes, ao reunir-se com os engenheiros. O acidente aconteceu no fim da tarde, quando o piloto alemão já havia completado 92 voltas no veloz e perigoso traçado de 5.973 metros, preparando-se para a próxima etapa do Mundial, o GP da Itália, lá mesmo, dia 12. Ficou com o sétimo tempo do dia, 1min21s060, enquanto o mais veloz foi Antonio Pizzonia, com Williams, 1min20s010 (72), novo recorde do circuito. Em princípio, explicou Sabine, o ocorrido nesta quinta-feira em Monza não impedirá Schumacher de comparecer domingo em Nurburgring, Alemanha, no Ferrari Day, evento beneficente capaz de levar perto de 60 mil pessoas ao autódromo. Também sequer se cogitou a possibilidade de ficar de fora da corrida de Monza, como seu irmão, Ralf. O piloto da Williams se recupera da fratura de duas vértebras lombares no GP dos Estados Unidos. O único acidente com consequência para Schumacher ocorreu no GP da Grã-Bretanha de 1999, em Silverstone. Uma falha nos freios traseiros o fez bater frontalmente na barreira de pneus da curva Stowe, causando-lhe a fratura da perna direita. Ele ficou seis corridas fora do campeonato, em recuperação. Voltou no GP da Malásia em grande estilo, entregando no fim a vitória para seu companheiro de equipe, Eddie Irvine, que lutava pelo título.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Anta de 200kg é resgatada após cair dentro de piscina de clube
MARACAJU
Anta de 200kg é resgatada após cair dentro de piscina de clube
VACINAÇÃO
"Dia D" de vacinação contra a Influenza será amanhã em Dourados
Polícia apreende carga com 17 mil pacotes de cigarros do Paraguai
CONTRABANDO
Polícia apreende carga com 17 mil pacotes de cigarros do Paraguai
Balanço contábil de 2020 da endividada Funsaud ainda não foi finalizado
DOURADOS
Balanço contábil de 2020 da endividada Funsaud ainda não foi finalizado
Campo Grande faz 'repescagem' da vacina para servidores da Segurança Pública
IMUNIZAÇÃO
Campo Grande faz 'repescagem' da vacina para servidores da Segurança Pública
BRASIL
Inscrições para o Revalida 2021 vão de 31 de maio a 11 de junho
PANDEMIA
Mais duas mulheres morrem por coronavírus e Dourados chega a 441 óbitos
PANDEMIA
MS se aproxima de 6 mil óbitos por Covid e soma mais de 254,7 mil infectados
ARTIGO
Um anjo sem asas
REGIÃO
Polícia prende jovem que traficava em praça pública

Mais Lidas

DOURADOS
Mulher presa com armas, drogas e veículos mantinha relacionamento com interno da PED
DOURADOS
Pancadaria em motel termina na delegacia com três pessoas detidas
JÓQUEI CLUBE
Jovem é presa em Dourados com armamento de uso restrito, drogas e veículo clonado
DOURADOS
Carga de tijolos cai de caminhão em rotatória na Coronel Ponciano; veja vídeo