Menu
Busca segunda, 10 de maio de 2021
(67) 99257-3397

Michael Jackson desabafa e pede mais respeito para ele

20 agosto 2004 - 20h29

Nem "Wako Jacko" (Jackson o louco, como é conhecido) nem pai de quadrigêmeos, Michael Jackson tomou a ofensiva e, enquanto espera o julgamento por pedofilia, só pede um pouco de respeito. "Tudo o que espero é que um dia minha família receba a mesma ternura e respeito que nós mostramos aos outros", afirmou o chamado "rei do pop" em seu último comunicado público. São as palavras de uma pessoa que durante anos foi adorada tanto por sua música como por suas extravagâncias, mas que à medida que o julgamento se aproxima está tentando trocar a ostentação de sua imagem por um pouco mais de dignidade. "Infelizmente durante anos fomos objeto de retratos completamente falsos e incorretos", acrescenta em seu site oficial. Sob o título de "um novo começo", o site faz parte da nova imagem que Jackson procura estabelecer antes de, em janeiro, ter de responder à Justiça por pedofilia. Jackson, 45 anos, está em liberdade sob fiança de US$ 3 milhões pelas acusações de pedofilia, embriagar um menor e fazer parte do seqüestro e da extorsão do menor e de sua família. São acusações que inicialmente o astro pareceu não levar a sério, a julgar por seus primeiras comparecimentos ao tribunal, nos quais foi o próprio "Wacko Jacko", como agora não quer ser chamado. Naquela época, ele chegou com trinta minutos de atraso e cercado por um pequeno exército de guarda-costas, dançou no teto de um carro e abriu as portas de sua mansão em um convite público para comer cachorro-quente e frango frito. Mas na segunda-feira passada ele chegou ao tribunal de Santa Maria (Califórnia) na hora, vestido de branco, assim como sua família, e limitou sua atuação pública a saudações com o "V" da vitória. O exército de guardas-costas foi trocado por óculos de metal de estudante, que completam uma imagem muito mais formal. A transformação coincidiu com a mudança de advogado, de Mark Geragos para Thomas Mesereau, e inclusive de estratégia legal. Mesereau tenta fazer com que sejam eliminadas do futuro julgamento algumas das provas sobre os supostos abusos de menores que Jackson teria cometido. De acordo com a defesa, o promotor do distrito Tom Sneddon violou o princípio de confidencialidade entre advogado e cliente ao ordenar a realização de buscas no escritório do investigador privado Bradley Miller quando este trabalhava para Geragos. Mesereau pediu que nada do que foi obtido nessa busca seja utilizado no julgamento. Isso inclui a fita de vídeo na qual a família da suposta vítima de Jackson faz grandes elogios ao cantor. A fita foi gravada para enfrentar a má publicidade que o cantor obteve com a transmissão do documentário britânico no qual ele falava docemente sobre seu gosto em dividir, sem sexo envolvido, seu quatro com seus filhos e amigos.  testemunhos dados nestas audiências prévias, que devem continuar na próxima semana, o padrasto da suposta vítima declarou - em resposta às perguntas de Mesereau - que junto a sua esposa havia pedido dinheiro do cantor para colaborar nessa fita.O processo de dignificação de Jackson pode precisar de algo mais que um comunicado desmentindo rumores como o de sua paternidade de quadrigêmeos ou de suas queixas em relação ao telefilme Man in the Mirror. Uma fita tomada durante a busca no rancho Neverland no último ano mostra detalhadamente o luxo e a excentricidade que existem por trás das portas da mansão de estilo Tudor da estrela do pop. As imagens mostram um quarto de jogos com figuras da Guerra nas Estrelas do tamanho de uma pessoa e de um Super-Homem ainda maior, uma sala de aula com carteiras e uma gigantesca máquina de chicletes. Como assegura o advogado Harland Braun, essas excentricidades podem acabar sendo a melhor defesa de Michael Jackson, porque "todos sabem que ele é diferente e isso pode favorecê-lo".

Deixe seu Comentário

Leia Também

PANDEMIA SEM CONTROLE
Brasil chega a 15,19 milhões de casos e 422,3 mil mortes por covid-19
BURITI
Esfaqueado, homem volta para festa, passa mal e morre em UPA
ESPORTE
Operário aproveita desfalques, goleia União ABC e reassume liderança
MEIO AMBIENTE
Agrônomo é autuado em R$ 12,5 mil por derrubada ilegal de árvores
IMUNIZANTE
Saúde distribui 1,12 milhão de vacinas da Pfizer a partir de amanhã
SÃO PAULO
Brasileiro acusado de terrorismo na Ucrânia é preso com drogas e munições
PROCESSO SELETIVO
Abertas inscrições para seleção de estagiários de Direito em Bela Vista
FUTEBOL
Com Palmeiras classificado, Paulistão define confrontos das quartas
OFENSA
Motorista tem caminhão roubado e é mantido em cárcere privado
OPORTUNIDADE
Exército abre concurso com 440 vagas para preparação de cadetes

Mais Lidas

DOURADOS
Adolescentes flagrados em festa 'entregam' distribuidora que vendeu bebidas alcoólicas
BR-163
Colisão entre viatura e carreta termina com policial ferido
ACIDENTE
PRF diz que policial saiu andando de viatura após colisão com carreta
BR-163
Viatura da PRF estava com apenas um ocupante quando colidiu contra carreta