Menu
Busca quinta, 17 de junho de 2021
(67) 99257-3397

Mel será incluído na merenda das Escolas Públicas de MS

11 maio 2006 - 10h13

As escolas da Rede Estadual de Ensino de Mato Grosso do Sul terão que incluir o mel no cardápio da merenda escolar. A Lei Estadual nº 3.173 de 27 de dezembro de 2005, torna obrigatória a inclusão de mel no lanche escolar em toda a Rede Pública de Ensino. //Atualmente a cadeia que envolve a produção de mel ainda precisa se estruturar para atender a demanda.A lei já está em vigor, e a única experiência no Estado é em Dourados. O engenheiro agrônomo Osvaldo Souza Carbonari, dono de um apiário, revela que o município usa o mel nas escolas e creches há quatro anos, um consumo em média de 3.600 kg/ano. Contudo não é exigido certificado de qualidade, nem análise do produto fornecido. Ele explica que o certificado é importante para filtrar o mel de baixa qualidade e barrar os falsificadores. Nas escolas o mel é fornecido em sachê e nas creches em potes.Como em muitos casos o mel ainda é produzido de forma artesanal, os produtores precisam se adequar, /já que o produto terá que chegar nas escolas processado. “Para que o mel seja processado é necessária uma inspeção estadual ou municipal e são pouquíssimos apicultores que têm esse registro. Assim, vamos trabalhar para conseguir que um maior número de apicultores seja legalizado”, comenta o secretário-executivo da Câmara Setorial de Apicultura do Estado, Ricardo Peruca.A Secretaria Estadual de Educação, com ajuda de nutricionistas, auxilia as escolas na elaboração dos cardápios, mas cada escola é que compra os alimentos de acordo com a realidade e costume da região/. O Coordenador Estadual de Programas de Apoio à Educação, Ezerral Bueno de Souza, diz que a Secretaria está estudando a viabilização e os recursos disponíveis para a implementação da Lei. “Inicialmente estamos tentando colocar o mel uma vez na semana, colocando no pão, biscoitos, leite, ou entregando direto um sache de mel puro. Estamos vendo a aceitabilidade dos alunos”, comenta Bueno.Umas das razões para fazer do mel um consumo regular na alimentação dos alunos é o fato de ser considerado pela Organização Mundial de Saúde como o alimento mais completo que existe para crianças, adultos e idosos, auxiliando na calcificação e crescimento dos ossos, na prevenção de anemias, na proteção do cérebro e do fígado e no desenvolvimento da inteligência. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

IMUNIZAÇÃO
Mais 936 mil doses da vacina da Pfizer chegam ao Brasil
Copom eleva taxa básica de juros para 4,25% ao ano
ECONOMIA
Copom eleva taxa básica de juros para 4,25% ao ano
ECONOMIA
Ibovespa fecha em queda após EUA anunciarem alta de juros
CARTÃO SESC
Sesc MS assina parceria com Governo e servidores terão descontos em serviços
Covid-19: país tem 2,9 mil mortes e 95,3 mil casos em 24 horas
BRASIL
Covid-19: país tem 2,9 mil mortes e 95,3 mil casos em 24 horas
NA CAPITAL
Detran-MS vai liberar veículos em pátios por requerimento virtual
BRASIL
Ação do DF e de Goiás mobiliza 200 agentes na busca de foragido
DOURADOS
Alan Guedes recebe doações para organizar retomada das aulas presenciais
POLÍTICA
Relator da reforma administrativa apresenta roteiro de trabalho
DEPUTADOS
CCJ da Câmara aprova intimação judicial por aplicativo de mensagens

Mais Lidas

DOURADOS
Motorista baleado em golpe do "falso frete" é identificado
DOURADOS
Multinacional não paga R$ 351 milhões à vista e juiz intima Santa Helena para compra de usina
DOURADOS
Jovens que tentaram aplicar golpe do 'falso frete' e balearam motorista são apreendidos
PONTA PORÃ
Preso por tráfico, homem diz ser corretor e mostrava residência para casal