Menu
Busca terça, 20 de abril de 2021
(67) 99257-3397

MEC prepara novo censo escolar para o mês de julho

28 junho 2005 - 11h36

Um teste com 49 perguntas sobre alunos e professores e 87 questões sobre a escola será aplicado depois do dia 15 de julho pelo novo censo escolar do Ministério da Educação (MEC)chamado Projeto Presença. As respostas deverão ajudar a descobrir quem são os alunos das escolas públicas e particulares da educação básica, qual a formação dos professores desse ensino e se essas escolas tem computador, biblioteca ou quadra de esporte.O censo escolar deste ano tem prazo de três meses para realizar o cadastro dos 55 milhões de alunos, das 2,5 milhões de funções docentes e das 240 mil escolas públicas e privadas da educação básica.O coordenador de estatística de educação básica do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (o Inep), Davi Schimidt, diz que com as informações recebidas é feito o cálculo do dinheiro que será enviado para os estados, os municípios e as escolas. "Esses dados coletados orientam o programa de alimentação escolar, orientam o programa do livro didático, orientam o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental (Fundef). Portanto com mais precisão mais precisão, mais agilidade o poder público poderá atuar com mais rapidez em cima dos problemas constatados", esclareceu.Davi Schimidt explica ainda que o novo cadastro trará o nome e a idade do estudante, quem são seus pais, o endereço, além de informações sobre o rendimento escolar, se tem necessidades especiais e se participa do bolsa-família. Ele acrescentou também que "é importante a participação das escolas, dos alunos e professores. É necessário que as informações fornecidas correspondam a realidade. O envolvimento de todos os gestores educacionais e a participação dos municípios é fundamental para um bom trabalho."O projeto presença é composto por três etapas: cadastro, Sistema de Acompanhamento da Freqüência Escolar (Safe) e Censo em Tempo Real. A partir do cadastro de cada estudante, o MEC vai criar o Número de Identificação Social (NIS) que vai para os bancos de dados do Inep e dos estados. Com esse cadastro será possível integrar os programas da área social do governo federal. A segunda parte do Projeto é a criação do Safe, um sistema exclusivo para as escolas das redes públicas estaduais e municipais. O governo federal vai distribuir um cartão magnético eletrônico, denominado Cartão do Estudante, para identificar o aluno e acompanhar a freqüência escolar.E a terceira fase é o Censo Escolar em Tempo Real onde os dados vão ser informatizados.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOIS IRMÃOS DO BURITI
Suspeito de matar irmão com tiro de espingarda se apresenta à polícia
Homem é preso acusado de cultivar 'maconha gourmet' em contêiner
CAMPO GRANDE
Homem é preso acusado de cultivar 'maconha gourmet' em contêiner
Fila continua e 12 pessoas aguardam leitos de UTI Covid em Dourados
PANDEMIA
Fila continua e 12 pessoas aguardam leitos de UTI Covid em Dourados
Queda de jatinho no aeroporto da Pampulha mata piloto e fere dois
ACIDENTE
Queda de jatinho no aeroporto da Pampulha mata piloto e fere dois
Câmeras de segurança flagram atentado a casa de vereador; veja vídeo
FRONTEIRA
Câmeras de segurança flagram atentado a casa de vereador; veja vídeo
CAMPO GRANDE
Polícia Civil apreende armas de fogo que seriam negociadas
BR-060
Homem é preso tentando levar quase 250kg de maconha até Goiás
SANGA PUITÃ
Após denúncias, PM apreende veículo com mais de 18 mil maços de cigarro
EDUCAÇÃO
Aprovados em medicina na Uems já podem realizar matrícula a partir desta terça-feira
BOQUEIRÃO
Homem é preso transportando droga que iria pra a Bolívia

Mais Lidas

ASSALTO
Mulher tem carro roubado ao parar no semáforo em Dourados
POLÍCIA
Irmãos morrem após serem atropelados por caminhonete em rodovia
LOTERIAS
Mega-Sena premia uma aposta com R$ 40 milhões e 11 douradenses acertam a Quadra
DOURADOS/ITAPORÃ
Produtor rural morto em acidente na MS-156 voltava de aniversário em pesqueiro