Menu
Busca domingo, 05 de julho de 2020
(67) 99659-5905
ESTADO

MEC aprova 1ª Residência Multiprofissional em Saúde da Família da UEMS

25 janeiro 2020 - 16h00Por Redação com Portal MS

A Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS) inicia em março o seu primeiro programa de Residência Multiprofissional em Saúde da Família, aprovado pelo Ministério da Educação (MEC). A seleção para as 18 vagas já ocorreu e as atividades iniciarão na primeira semana de março, juntamente com todas as residências do Brasil. Puderam participar profissionais das seguintes categorias profissionais: Educação Física, Enfermagem, Farmácia, Fonoaudiologia, Odontologia e Psicologia.

A Residência será mantida pela UEMS sob a forma de curso de especialização, na modalidade de ensino de Pós-Graduação lato sensu. A especialização tem como base orientadora os aspectos que perpassam o debate do Campo da Saúde Coletiva, os princípios e diretrizes do Sistema Único de Saúde (SUS) e da Atenção Primária à Saúde, a partir das necessidades e realidades locais e regionais.

De acordo com o professor Antônio Grande, responsável pelo projeto, as atividades são de aprendizagem em serviço, isto é, o residente aprende planejando, elaborando e implementando ações de saúde nas Unidades Básicas de Saúde.

“A Residência Multiprofissional em Saúde da Família, elaborada por professores do curso de medicina, coloca a UEMS no cenário nacional de formação profissional em saúde para fortalecer o sistema único de saúde. A UEMS é pioneira no Estado em propor uma residência específica para atenção básica, focando na prevenção e promoção da saúde da população do Mato Grosso do Sul. Essa residência abrirá caminho para novos concursos em todos os municípios do MS, com profissionais capacitados na UEMS”, ressaltou Grande.

O curso será financiado por meio da Secretaria de Gestão do Trabalho e Educação na Saúde, do Ministério da Saúde (SGTES), e implantado em parceria com uma Instituição Executora (municipal, estadual ou federal) e pela UEMS – que será a Instituição Formadora.

A Residência terá uma duração mínima de dois anos. A estrutura curricular é composta por carga horária obrigatória de 5.760 horas, sendo 4.608 horas em atividades práticas, mais 1.152 horas teóricas distribuídas em 23 disciplinas.

O Programa de Residência Multiprofissional em Saúde e em Área Profissional da Saúde pertence à Área de conhecimento de “Ciências da Saúde”, Grande área da “Saúde Coletiva”, Área específica da “Atenção básica a saúde: Saúde da Família”.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CALENDÁRIO ESCOLAR
Quantidade mínima de dias letivos pode ser suspensa através de MP
ESPORTES
Valtteri Bottas vence GP da Áustria na abertura da Fórmula 1
CORONAVÍRUS
SES amplia agendamento de testes de diagnóstico em Corumbá e Três Lagoas
MEIO AMBIENTE
Homem é autuado por crime ambiental após derrubar 10,6 hectares de árvores em MS
ECONOMIA
Planejamento e pesquisa ajudam microempresa a ter crédito na pandemia
PANDEMIA
Dourados tem 25 pacientes com coronavírus internados em leitos de UTI
SAÚDE
Exercício físico na quarentena pode não melhorar bem estar emocional
CRIME AMBIENTAL
Com ajuda de drone, PMA identifica desmatamento ilegal autua proprietário
ECONOMIA
Noventa dias após lei do auxílio emergencial, ainda há desempregados e mães sem nada
FUTEBOL
Fluminense e Botafogo se enfrentam hoje pela semifinal da Taça Rio

Mais Lidas

POLÍCIA
Assassinado no Izidro é secretário de Agricultura Familiar de Dourados
PANDEMIA
Mulher morre de covid-19 logo após dar à luz em Dourados
DOURADOS
Ex-funcionário é o suspeito de matar secretário de Agricultura
CAMPO GRANDE
Jovem que estava desaparecida é encontrada morta