Menu
Busca sábado, 05 de dezembro de 2020
(67) 99659-5905
ESTADO

MEC aprova 1ª Residência Multiprofissional em Saúde da Família da UEMS

25 janeiro 2020 - 16h00Por Redação com Portal MS

A Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS) inicia em março o seu primeiro programa de Residência Multiprofissional em Saúde da Família, aprovado pelo Ministério da Educação (MEC). A seleção para as 18 vagas já ocorreu e as atividades iniciarão na primeira semana de março, juntamente com todas as residências do Brasil. Puderam participar profissionais das seguintes categorias profissionais: Educação Física, Enfermagem, Farmácia, Fonoaudiologia, Odontologia e Psicologia.

A Residência será mantida pela UEMS sob a forma de curso de especialização, na modalidade de ensino de Pós-Graduação lato sensu. A especialização tem como base orientadora os aspectos que perpassam o debate do Campo da Saúde Coletiva, os princípios e diretrizes do Sistema Único de Saúde (SUS) e da Atenção Primária à Saúde, a partir das necessidades e realidades locais e regionais.

De acordo com o professor Antônio Grande, responsável pelo projeto, as atividades são de aprendizagem em serviço, isto é, o residente aprende planejando, elaborando e implementando ações de saúde nas Unidades Básicas de Saúde.

“A Residência Multiprofissional em Saúde da Família, elaborada por professores do curso de medicina, coloca a UEMS no cenário nacional de formação profissional em saúde para fortalecer o sistema único de saúde. A UEMS é pioneira no Estado em propor uma residência específica para atenção básica, focando na prevenção e promoção da saúde da população do Mato Grosso do Sul. Essa residência abrirá caminho para novos concursos em todos os municípios do MS, com profissionais capacitados na UEMS”, ressaltou Grande.

O curso será financiado por meio da Secretaria de Gestão do Trabalho e Educação na Saúde, do Ministério da Saúde (SGTES), e implantado em parceria com uma Instituição Executora (municipal, estadual ou federal) e pela UEMS – que será a Instituição Formadora.

A Residência terá uma duração mínima de dois anos. A estrutura curricular é composta por carga horária obrigatória de 5.760 horas, sendo 4.608 horas em atividades práticas, mais 1.152 horas teóricas distribuídas em 23 disciplinas.

O Programa de Residência Multiprofissional em Saúde e em Área Profissional da Saúde pertence à Área de conhecimento de “Ciências da Saúde”, Grande área da “Saúde Coletiva”, Área específica da “Atenção básica a saúde: Saúde da Família”.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Tio e adolescente são encontrados, mas criança continua desaparecida
CAMPO GRANDE
Tio e adolescente são encontrados, mas criança continua desaparecida
COVID-19
STF julgará ações sobre plano de vacinação do governo no próximo dia 17
REGIÃO
UFGD prorroga as inscrições do Vestibular da Educação a Distância
FUTEBOL
Fifa anuncia que Mundial de Clubes de 2021 será no Japão
CAPITAL
Mulher tem arma empurrada contra o pescoço durante assalto
JUSTIÇA
Autor de agressões que vitimaram jovem deve indenizar família da vítima
GOLPE
Homem perde cerca de R$ 19 mil ao tentar comprar carro pela internet
PRESIDÊNCIA
Mourão diz que parte dos assessores de Bolsonaro distorce fatos
BR-381
Ônibus irregular cai de viaduto e deixa 14 mortos em Minas Gerais
FUTEBOL
TJD/MS atende pedido do Comercial e suspende semifinal do Estadual

Mais Lidas

DOURADOS
Novo decreto não autoriza horário estendido do comércio em dezembro
TRÊS LAGOAS
Mãe vê menina com vizinho ao chegar do trabalho e descobre estupro
ECONOMIA
Pessoas que receberam auxílio emergencial irregular serão cobradas por SMS
PANDEMIA
Com novo óbito, Dourados confirma sexta morte por Covid em quatro dias