Menu
Busca sexta, 26 de fevereiro de 2021
(67) 99257-3397

Mário Urchei, novo Chefe da Embrapa Agropecuária Oeste

08 outubro 2003 - 06h08

A  seleção ao cargo de chefia da Embrapa Agropecuária Oeste, Dourados, MS, realizou-se por meio de edital público, onde os candidatos inscritos passaram por três etapas: análise curricular;   proposta de trabalho, para os próximos quatro anos; e perfil gerencial, feito  em São Paulo por uma empresa especializada. Após este processo técnico de  seleção,  Mário Urchei foi aprovado nas três fases e indicado pela Diretoria da Embrapa, representada pelo Presidente Clayton Campanhola, para assumir a Chefia Geral da Embrapa Agropecuária Oeste, em substituição a José Ubirajara Garcia Fontoura.Mário Urchei é engenheiro agrônomo, formado pela Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz” em 1982, Especialista em Irrigação e Drenagem pela UFG em 1989, Mestre em Agronomia pela UNESP em 1992 e Doutor em Agronomia também pela UNESP em 1996.Ao longo desses vinte anos de atuação profissional, trabalhou na iniciativa privada, na extensão rural, em docência e em pesquisa. Atualmente trabalha na Embrapa Agropecuária Oeste, desde 1995, onde ingressou por concurso público, para atuar como pesquisador na área de relação solo-água-planta-atmosfera.Durante esses anos, participou de vários projetos de pesquisa e desenvolvimento nas áreas de relação solo-água, agrometeorologia, recursos naturais, agricultura familiar e agroecologia, tendo publicado 97 trabalhos em revistas científicas, congressos, livros e documentos da Embrapa.No cargo de Chefe Geral da Embrapa Agropecuária Oeste, pretende incluir como uma das prioridades do seu trabalho o desenvolvimento de um amplo programa de pesquisa direcionado aos agricultores familiares, assentados da reforma agrária, comunidades indígenas e quilombolas, enfatizando sistemas mais equilibrados como a agroecologia e a integração agricultura-floresta. Esse programa deverá ser elaborado, necessariamente, com a participação das diferentes organizações dos agricultores, das comunidades e dos movimentos sociais.Continuar as atividades de pesquisa para as cadeias produtivas do agronegócio, buscando desenvolver sistemas competitivos que amparem os segmentos exportadores e do mercado interno, na perspectiva da agregação de valor aos produtos primários e da geração de emprego, através de tecnologias ambientalmente corretas e socialmente justas. Intensificar as pesquisas em caracterização dos recursos naturais e socioeconômicos da nossa região, como solo, água, clima, biodiversidade e fauna. Nesse sentido, a elaboração de um amplo zoneamento ecológico-econômico é uma importante ferramenta para o planejamento geoambiental e para subsidiar políticas públicas.Desenvolver mecanismos de comunicação e integração que proporcionem maior participação das comunidades rurais e dos movimentos sociais nas decisões e maior transparência na gestão do Centro.No âmbito interno, pretende implementar um processo de gestão democrático e participativo, por intermédio da descentralização das ações, motivação e valorização dos empregados,  estimulando a solidariedade e a importância do trabalho em equipe. Urchei, salienta que ”críticas e sugestões em uma gestão democrática são bem-vindas no aprimoramento da proposta de trabalho” abrindo assim o caminho de uma gestão participativa, por processos e que valorize o trabalho em equipe. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRÊS LAGOAS
Foragido, pai que estuprou a própria filha em São Paulo é preso em MS
AJUDA
Bolsonaro fala em pagar 4 parcelas de R$ 250 de auxílio emergencial
BATAGUASSU
Usando nome falso há 12 anos, homem foge da policia e até registra filha
FUTEBOL
Fundesporte e Federação assinam repasse de R$ 820,9 mil para o Estadual 2021
Golpistas pedem dados de idosa para simular empréstimo e 'limpam' a conta dela
VACINA
Ministério assina acordo para comprar 20 milhões de doses da Covaxin
CAMPO GRANDE
Idoso fica em porta-malas por mais de meia hora durante roubo de carro
ECONOMIA
Nova linha de crédito imobiliário da Caixa tem juros atrelados à poupança
CRIME AMBIENTAL
Fazendeiro é multado em R$ 19 mil por desmatamento de bioma protegido
PROTESTO
Servidores públicos realizam ação contra a PEC Emergencial em Dourados

Mais Lidas

POLÍCIA
Identificada vítima fatal de acidente entre carretas
DOURADOS 
Operação desarticula quadrilha especializada em furtos de máquinas agrícolas
PARAGUAI
Quadrilha é presa com 1,4 tonelada de cocaína e até avião na fazenda de Pavão
PERIMETRAL NORTE
Carro é destruído pelo fogo após acidente em Dourados; veja o vídeo