Menu
Busca quarta, 30 de setembro de 2020
(67) 99659-5905
TV

Marcos Mion revela ameaça de morte e pede desculpas a Sandy

13 junho 2015 - 07h45

Entrevistado do Show do Kibe deste domingo (14), no canal pago TBS, o apresentador Marcos Mion revela a Antonio Tabet que já recebeu ameaças de morte, confessa que se inspira no antes renegado Gugu Liberato e admite que pegou pesado com Sandy ao falar em uma premiação da MTV que a cantora estava derrubando a audiência da emissora. Mion também conta como começou sua saga de fisioculturista.

Em 2000, com 20 anos, Mion estourou à frente do Piores Clipes do Mundo, programa da MTV em que mostrava as tosquices dos videoclipes, como cabos de eletricidade vazando no cenário. Até hoje ele tira proveito do olhar apurado, no quadro Vale a Pena Ver Direito, do Legendários, na Record. A atração, no entanto, deixou Mion em apuros em mais de uma oportunidade.

"[Piores Clipes] deu muita merda. Tem várias histórias, tem histórias de ameaça de morte. Lembra do [músico] Skowa (risos)? Skowa e a Máfia. Tinha artistas e pessoas que só existiam na MTV. O Skowa era um deles. Um dia eu estava na produção e tocou o telefone. Eu atendi: 'Aí, é o seguinte: Hoje, na hora em que você descer, você vai morrer, viu?' Eu gelei e falei: 'Que porra é essa?'. 'Você precisa pensar melhor antes de falar as merdas que você fala'. Aí acionaram a segurança. Todo mundo ficou no maior esquema foda. Aí descobriram que era o Skowa, maior puto da vida", conta Mion no talk show.

Por causa do Piores Clipes, Mion também também foi intimidado pelos músicos da banda Tihuana ("Pensei que ia tomar porrada") e por Supla, sua vítima preferida. "O Supla até hoje não sabe se eu gostava dele ou não", diz.

No programa de Antonio Tabet, Mion também lembra de sua relação com Sandy e Júnior. Foi no seriado da dupla na Globo, em 1999, que ele despontou. Mion interpretava um rapaz judeu apaixonado por Sandy. "Meu personagem existia para dizer o quão foda a Sandy era", conta.

O líder do Legendários afirma que hoje é amigo da dupla, principalmente de Junior. Mas a relação estremeceu em 2001, quando, apresentando o VMB (Video Music Brasil, premiação musical da MTV), ele falou ao vivo que Sandy estava derrubando a audiência do programa. "Peguei pesado, errei feio. Eles ficaram muito tempo sem falar comigo. Tive que pedir muita desculpa", revela.

Mion também fala sobre ter trocado a MTV pela Record, em 2009. Foi "pra falar com o povo, com todo mundo". E admite que já renegou a inspiração em Gugu Liberato. "Hoje eu falo que me inspiro muito no Gugu do sábado, do Viva a Noite, tudo com o maior orgulho, mas na época em que eu estava na MTV eu nunca falaria que o Gugu me inspirava", confessa.

O apresentador também discorre sobre sua "piração" no fisioculturismo. "A primeira vez que eu treinei foi para entrar pelado no VMB, do ano 2000. Eu pensei: 'Se eu entrar pelado do jeito que sou, nunca mais vou pegar ninguém. Eu era muito magro".

O Show do Kibe vai ao ar domingo, à meia-noite, no canal TBS.

Deixe seu Comentário

Leia Também

PONTA PORÃ
Foragido da Justiça de 19 anos sofre tentativa de homicídio na fronteira
PRESIDENTE INVESTIGADO
STF tira do plenário virtual discussão sobre depoimento de Bolsonaro
TRÁFICO
Traficante de disk-droga é preso com porções de cocaína, moto e dinheiro
AJUDA
Caixa detalha calendário de pagamentos do auxílio emergencial extensão
CAPITAL
Hóspede é encontrado morto dentro de banheiro de hotel
FUTEBOL
CBF divulga tabela da 16ª à 20ª rodada; Fla fará dois jogos em 50 horas
REGIÃO
Polícia desarticula grupo que agia em cidades da região do Vale do Ivinhema
MADEIRA
Queimadas no Pantanal destroem oito pontes nas MS-243 e MS-195
BONITO
Vítima de estelionato arma emboscada e ajuda a prender golpista
TECNOLOGIA
Aplicativo do Detran-MS recebe atualização para serviços pelo celular

Mais Lidas

REGIÃO
Homem que disse ter encontrado mulher morta volta atrás e confessa feminicídio
LAGUNA CARAPÃ
Homem sente falta de esposa, vai procurar e a encontra morta em poço
DOURADOS
Disputa pela prefeitura tem dois milionários e total de bens chega a R$ 13 milhões
CAPITAN BADO
Ataque de pistoleiros a veículo deixa dois mortos na fronteira