Menu
Busca sexta, 25 de setembro de 2020
(67) 99659-5905
DIA NACIONAL DE PARALISAÇÃO

Protestos reúnem mais de 300 pessoas no Centro de Dourados

29 maio 2015 - 11h43

Foi realizada na manhã desta sexta-feira (29), o ‘Dia Nacional de Paralisação e Manifestação’ contra o Projeto de Lei da Terceirização, 4330/04, medidas provisórias 664 e 665 e o ajuste fiscal. O ato foi realizado nacionalmente e em Dourados, aconteceu na praça Antônio João, reunindo mais de 300 pessoas entre elas professores da rede estadual e alunos, lideres sindicais, professores e acadêmicos da UFGD (Universidade da Grande Dourados), técnicos administrativos entre outros.

Com cartazes, faixas e gritando palavras de ordem, os manifestantes seguiram da Praça Antônio João, pela avenida Marcelino Pires até a igreja do relógio e depois voltaram.

De acordo com a diretora do Simted (Sindicato Municipal dos Trabalhadores em Educação de Dourados), Gleice Jane Barbosa, a convocação foi feita por parte do Comitê de Defesa Popular junto com as centrais sindicais.

“O comitê que convocou os lideres sindicais para participarem dessa manifestação, estão participando ADUF-UFGD, bancários, centrais sindicais e movimentos sociais. Além do projeto que regulamenta a terceirização em atividades fins (PL-4330) e as medidas provisórias, nossa luta é contra a PL 1411 que propõe o cerceamento ideológico nas instituições educacionais e penaliza os educadores”, explica Gleice.

A medida provisória 664 muda as regras para a concessão do auxilio- doença e pensão por morte e contra a medida provisória 665, dificulta o acesso ao abono salarial e o seguro desemprego.

Segundo o presidente da ADUF- Dourados (Associação dos Docentes da UFGD), Fábio Perboni, a luta é de todos os trabalhadores.

“Essa paralisação é nacional e reúne a CUT (Central Única dos Trabalhadores) a CTB (Central dos Trabalhadores do Brasil), o Sindicato dos Bancários entre outros, é uma atividade nacional e para entendimento do sindicato a terceirização, é um ataque aos trabalhadores”, disse o presidente.

As agências bancárias da cidade também paralisaram as atividades pela manhã, voltando atendimento ao público após as 12hs.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ECONOMIA
Preço do gás de cozinha praticado em Dourados varia entre R$ 75 e R$ 83
PROPRIETÁRIOS RURAIS
Projeto prevê contratação de seguro de responsabilidade por queimadas
CRIME AMBIENTAL
Arrendatário leva multa de R$ 6,5 mil por retirada de cascalho de área protegida
FRONTEIRA
Caminhonete com 1,5 tonelada de maconha é recuperada em Ponta Porã
'FALSO FRETE'
Douradense é atingido por tiros após levar golpe e reagir a assalto
SEGURANÇA
INSS oferece serviço expresso para entrega de documentação
CRIME AMBIENTAL
Mulher é autuada por capturar pescado acima da cota permitida
PANDEMIA
Internações e óbitos por coronavírus voltam a subir em Mato Grosso do Sul
BRASIL
Intenção de consumo das famílias volta a crescer após cinco quedas
MATO GROSSO DO SUL
Força-tarefa conta com mais de 50 homens no combate aos focos de calor no Amolar

Mais Lidas

PANDEMIA
Novo decreto diminui toque de recolher e libera venda de bebidas em bares até as 23h
ACIDENTE
Mulher envolvida em acidente no Centro ficou presa às ferragens de veículo
PROSSEGUIR
Governo atualiza mapa da Covid e Dourados volta para "bandeira vermelha"
POLÍCIA
Homem morre ao tentar invadir delegacia de Glória de Dourados