Menu
Busca quinta, 28 de outubro de 2021
(67) 99257-3397
AGRONEGÓCIO

Maior parte de MS supera média e produtividade do milho deve ser revista

16 setembro 2020 - 11h23Por André Bento

O mais recente boletim Casa Rural divulgado pela Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul) revela que a maioria das regiões produtoras do Estado tem obtido índices acima da média de 76 sacas por hectare nessa etapa final da colheita do milho, o que pode fazer a produção superar as 8,650 milhões de toneladas estimadas.

Com base em levantamento realizado por técnicos do Siga-MS (Sistema de Informação Geográfica do Agronegócio) através de consultas a produtores, sindicatos rurais e empresas de assistências técnicas, a entidade apurou que até sexta-feira (11) já haviam sido colhidos aproximadamente 1,749 milhão de hectares, o equivalente a 92,3% da área cultivada nesta safra, de 1,895 milhão de hectares.

Nesse cenário, verificou que as produtividades alcançadas estão acima da média estadual prevista de 76 sacas por hectare nas regiões Norte (onde estão situados os municípios de Sonora, Pedro Gomes, Coxim, Rio Verde de Mato Grosso, São Gabriel do Oeste, Camapuã, Bandeirantes, Rio Negro, Corguinho, Rochedo e Jaraguari), Nordeste (Alcinópolis, Costa Rica, Chapadão do Sul, Cassilândia, Paranaíba, Aparecida do Taboado, Selvíria, Três Lagoas, Inocência, Água Clara, Paraíso das Águas e Figueirão), Sul (Itaporã, Douradina, Dourados, Deodápolis, Angélica, Ivinhema, Glória de Dourados, Fátima do Sul, Vicentina, Caarapó e Juti), e Sudoeste (Antônio João, Ponta Porã e Laguna Carapã).

As regiões Centro (Dois irmãos do Buriti, Terenos, Sidrolândia, Campo Grande, Nova Alvorada do Sul, Rio Brilhante, Ribas do Rio Pardo, Santa Rita do Pardo e Brasilândia) e Sul-fronteira (Aral Moreira, Amambai, Coronel Sapucaia, Tacuru, Paranhos e Sete Quedas) estão na média, enquanto apenas a região Sudeste (Naviraí, Itaquiraí, Batayporã, Nova Andradina, Jateí, Eldorado, Anaurilândia, Iguatemi, Novo Horizonte do Sul, Bataguassu, Mundo Novo, Taquarussu e Japorã) está abaixo.

A colheita do milho nesta safra está atrasada em relação à anterior e a Famasul estima que termine até sexta-feira (18). No entanto, a entidade avalia que “apesar das dificuldades com a colheita, a produção do milho 2ª safra está com bom andamento em Mato Grosso do Sul”.

“A estimativa de produtividade está mantida em 76 sc/ha diante da ausência de alterações significativas na colheita até o momento, gerando uma produção estimada de 8,650 milhões de toneladas na safra 2019/2020. A Aprosoja/MS irá reavaliar a produtividade ao final da colheita, mas identificou-se um viés positivo nesta produtividade estimada inicialmente”, pontuou.

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRÊS LAGOAS
Homem morre depois de se engasgar com pedaço de carne
BRASIL
Senado aprova projeto que pune ofensa à vítima durante julgamento
NOVA ANDRADINA
Com parente internado, família deposita R$ 15 mil para falso médico
TJ/MS aposenta desembargadora por ter beneficiado filho preso
JUSTIÇA
TJ/MS aposenta desembargadora por ter beneficiado filho preso
CAPITAL
Dois dias após se envolver em acidente, grávida dá à luz a bebê morto
EDUCAÇÃO
UEMS está com 177 vagas abertas em 8 mestrados e 2 doutorados
FRONTEIRA
Polícia apreendem sete toneladas de maconha em carga de feno
DEFESO
PMA alerta: Regras para pesca responsável estão mantidas no feriado
COSTA RICA
Empresário é preso ao avançar sinallização, atropelar adolescente e fugir
GERAL
Ecopontos não vão funcionar no feriado do dia 02 de novembro

Mais Lidas

DOURADOS
Namorada posta 'status' de jovem com arma, polícia rastreia carro e prende rapaz
LAGUNA CARAPÃ
Motorista morre prensado ao tombar caminhão na MS-379
DOURADOS
Três vias de Dourados passam a ser "mão única"
DOURADOS
Jovem formou consórcio com amigos para comprar e usar ecstasy em festas