Menu
Busca segunda, 21 de junho de 2021
(67) 99257-3397

Mãe diz que morte de filho pode ter sido por vingança

22 maio 2006 - 15h40

Vera Lúcia de Paula Santos de 37 anos, mãe do jovem que foi assassinado na tarde de hoje com cinco tiros, disse que o crime pode ter sido por vingança. Vera contou que a cerca de 2 meses, o filho dela Júlio dos Santos de 20 anos, matou uma pessoa identificada como Morga. Ele teria se apresentado à polícia e estava respondendo ao processo em liberdade. A mãe disse que o filho não disse em nenhum momento que estava sendo ameaçado, mas que o rapaz que ele tinha matado possuía vários amigos.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Homem é preso com carro carregado com mais de 70 quilos de maconha
MS-156
Homem é preso com carro carregado com mais de 70 quilos de maconha
FUTEBOL
Atlético-MG e Chapecoense duelam hoje pelo Brasileirão
Produção industrial aumenta em maio e confiança sobe pelo segundo mês seguido
ECONOMIA
Produção industrial aumenta em maio e confiança sobe pelo segundo mês seguido
Menor é apreendido levando skunk dentro de ônibus
FRONTEIRA
Menor é apreendido levando skunk dentro de ônibus
Divulgada a análise do diploma para o Revalida 2021
EDUCAÇÃO
Divulgada a análise do diploma para o Revalida 2021
INVESTIGAÇÃO
Polícia descarta latrocínio e investiga morte de mulher em Dourados por execução
BONS RESULTADOS
MS vai ao pódio seis vezes no Brasileiro de Canoagem Descida e assegura duas vagas ao Mundial
RIO BRILHANTE
Em ação conjunta, polícia fecha boca de fumo e dois são presos por tráfico de drogas
BELEZA & ESTÉTICA
Clínica Viva Mais tem tratamentos garantidos para combater os temidos "vasinhos"; Confira
DOURADOS
Procon notifica empresas sobre quase R$ 100 mil em multas por infrações graves

Mais Lidas

ASSASSINATO
Investigações apontam que mulher foi atraída para o local do crime por proposta de trabalho
VIVAL DOS IPÊS
Com suspeita de latrocínio, mulher é encontrada morta em Dourados
LAGUNA CARAPÃ
Veículo de mulher morta em Dourados é encontrado
REGIÃO
Preso, motorista de Corolla que matou moto entregador nega "racha"