Menu
Busca quinta, 25 de fevereiro de 2021
(67) 99257-3397

Mãe adotiva pode requerer o salário-maternidade

12 maio 2004 - 09h26

Toda mulher que contribui para a Previdência Social tem direito a requerer, por ocasião do parto, o salário-maternidade, seja ela empregada com carteira assinada, contribuinte individual ou facultativa. O salário-maternidade é o benefício pago à segurada nos 120 dias em que ela fica afastada do emprego por causa do parto. Desde 16 de abril de 2002, o benefício foi estendido às mães adotivas. Para as trabalhadoras empregadas e avulsas, o salário-maternidade corresponde à última remuneração. Para as domésticas, ao último salário-de-contribuição, mas fica sujeito a teto. O benefício das demais categorias é o resultado da média dos últimos 10 salários-de-contribuição, apurados em um período máximo de 15 meses.Para a concessão do salário-maternidade não é exigido tempo mínimo de contribuição das trabalhadoras empregadas, empregadas domésticas e trabalhadoras avulsas, desde que comprovem filiação nessa condição na data do afastamento ou na data do parto. No caso das contribuintes facultativas e individuais é exigido, pelo menos, dez contribuições para a concessão do benefício. À trabalhadora rural, a Previdência Social pede apenas a comprovação de, no mínimo, dez meses de atividade rural.Mãe adotiva - O salário-maternidade também é pago à segurada que adotar ou obtiver a guarda judicial para fins de adoção de criança, nas seguintes condições: se a criança tiver até um ano de idade, o salário-maternidade será de 120 dias; se tiver mais de um ano, até quatro anos, o benefício será de 60 dias; se a criança adotada tiver de quatro anos e um dia até oito anos, o salário-maternidade será de 30 dias. No caso de adoção de mais de uma criança, simultaneamente, a segurada adotante terá direito ao pagamento de um salário-maternidade, observando-se o direito segundo a idade da criança mais nova.Desde setembro de 2003, o pagamento do salário-maternidade das gestantes empregadas é feito diretamente pelas empresas, que são ressarcidas pela Previdência Social. As mães adotivas que são contribuintes individuais, facultativas e empregadas domésticas podem solicitar o benefício nas Agências da Previdência Social ou, ainda, via Internet, por meio do endereço www.previdencia.gov.br.  

Deixe seu Comentário

Leia Também

PANDEMIA
Assembleia apresenta projeto para plano de imunização de professores
Arrecadação de impostos em janeiro somou R$ 180,2 bilhões
ECONOMIA
Arrecadação de impostos em janeiro somou R$ 180,2 bilhões
Homem é autuado em R$19 mil por desmatamento ilegal
CRIME AMBIENTAL
Homem é autuado em R$19 mil por desmatamento ilegal
Em menos de um mês, valor médio da gasolina sobe quase R$ 0,30 em Dourados
SEU BOLSO
Em menos de um mês, valor médio da gasolina sobe quase R$ 0,30 em Dourados
Preço dos itens da cesta básica tem variação maior que 220%, diz pesquisa
CAMPO GRANDE
Preço dos itens da cesta básica tem variação maior que 220%, diz pesquisa
ORÇAMENTO 2021
Bancadas terão R$ 241,4 milhões para emendas impositivas em 2021
ECONOMIA
Após reunião, governo congela pauta fiscal da gasolina em MS
MS
Renato Câmara solicita prorrogação das aulas presenciais devido a pandemia
MS
Possibilidade de que cartórios de registro civil façam transferência de veículos é avaliada
BRASIL
Sem consenso, votação da PEC Emergencial é adiada para terça-feira

Mais Lidas

REGIÃO
Homem é preso após estuprar menina de 11 anos
POLÍCIA
Identificada vítima fatal de acidente entre carretas
DOURADOS
Câmara aprova projeto do Executivo para elevar remuneração de secretários municipais
BELEZA
Representante de Dourados está na final do Miss Brasil Teen