Menu
Busca terça, 18 de maio de 2021
(67) 99257-3397

Mãe adotiva pode requerer o salário-maternidade

30 agosto 2004 - 14h44

Toda mulher que contribui para a Previdência Social tem direito a requerer, por ocasião do parto, o salário-maternidade, seja ela empregada com carteira assinada, contribuinte individual ou facultativa. O salário-maternidade é o benefício pago à segurada nos 120 dias em que ela fica afastada do emprego por causa do parto. Desde 16 de abril de 2002, o benefício foi estendido às mães adotivas. Para as trabalhadoras empregadas e avulsas, o salário-maternidade corresponde à última remuneração. Para as domésticas, ao último salário-de-contribuição, mas fica sujeito a teto. O benefício das demais categorias é o resultado da média dos últimos 10 salários-de-contribuição, apurados em um período máximo de 15 meses.Para a concessão do salário-maternidade não é exigido tempo mínimo de contribuição das trabalhadoras empregadas, empregadas domésticas e trabalhadoras avulsas, desde que comprovem filiação nessa condição na data do afastamento ou na data do parto. No caso das contribuintes facultativas e individuais é exigido, pelo menos, dez contribuições para a concessão do benefício. À trabalhadora rural, a Previdência Social pede apenas a comprovação de, no mínimo, dez meses de atividade rural.Mãe adotiva - O salário-maternidade também é pago à segurada que adotar ou obtiver a guarda judicial para fins de adoção de criança, nas seguintes condições: se a criança tiver até um ano de idade, o salário-maternidade será de 120 dias; se tiver mais de um ano, até quatro anos, o benefício será de 60 dias; se a criança adotada tiver de quatro anos e um dia até oito anos, o salário-maternidade será de 30 dias. No caso de adoção de mais de uma criança, simultaneamente, a segurada adotante terá direito ao pagamento de um salário-maternidade, observando-se o direito segundo a idade da criança mais nova.Desde setembro de 2003, o pagamento do salário-maternidade das gestantes empregadas é feito diretamente pelas empresas, que são ressarcidas pela Previdência Social. As mães adotivas que são contribuintes individuais, facultativas e empregadas domésticas podem solicitar o benefício nas Agências da Previdência Social ou, ainda, via Internet, por meio do endereço www.previdencia.gov.br. (MCPC/JEF)      

Deixe seu Comentário

Leia Também

Polícia apreende 160 kg de maconha em veículo abandonado por traficante
REGIÃO
Polícia apreende 160 kg de maconha em veículo abandonado por traficante
MS registra mais 50 óbitos e aumento de novos casos de coronavírus
PANDEMIA
MS registra mais 50 óbitos e aumento de novos casos de coronavírus
Prefeitura habilita fornecedoras de 5 mil kits de teste rápido para Covid-19
DOURADOS
Prefeitura habilita fornecedoras de 5 mil kits de teste rápido para Covid-19
Mulher tem veículo furtado em frente residência na Reserva Indígena
DOURADOS
Mulher tem veículo furtado em frente residência na Reserva Indígena
Modelo híbrido pode ser menos flexível do que o esperado
NEGÓCIOS & CIA
Modelo híbrido pode ser menos flexível do que o esperado
MS-162
Agesul estima R$ 52 milhões para asfaltar quase 25 km entre Maracaju e Dourados
REGIÃO
Após perseguição, polícia apreende carro com fuzis, pistolas, munições e 850 kg de drogas
PATRULHAMENTO
Veículo com mercadoria ilegal é apreendido a caminho de Dourados
DOURADOS
Duplicação da rua Coronel Ponciano vai entrar em fase de licitação
BENEFÍCIO
Prazo para pedir revisão da pontuação do Bolsa Atleta termina amanhã

Mais Lidas

POLÍCIA
'Apaixonado', rapaz furta objetos na PED para ser preso e reencontrar marido
CLIMA
Frio mais intenso do ano é previsto para esta semana em Dourados
REGIÃO
Mulher mata o marido a facadas após discussão em MS
FEMINICÍDIO
Mulher é encontrada morta com golpe de faca no pescoço na região do João Paulo II