Menu
Busca quarta, 16 de junho de 2021
(67) 99257-3397

Luxemburgo é suspenso por chamar juiz de "paquerador"

25 abril 2006 - 09h06

O técnico do Santos Vanderlei Luxemburgo desta vez não conseguiu sair ileso do Tribunal de Justiça Desportiva. Por três votos a um, recebeu suspensão de dois meses - pena mínima do artigo 188 - por ofensa ao árbitro Rodrigo Martins Cintra, que apitou o clássico entre São Paulo x Santos, no dia 2 de abril, pelo Campeonato Paulista. O advogado do time alvinegro, Mário Mello, recorrerá da decisão e tentará reverter a punição em efeito suspensivo. Impossibilitado de inscrever atletas ligados a clubes do exterior ou que já participaram da Copa do Brasil no ano, o Santos optou pela solução "caseira" ao assegurar a contratação do atacante Wellington Paulista, do Juventus, e agora espera definir a chegada de mais um reforço para o Brasileirão até terça-feira, prazo final para inscrições. Já o zagueiro Luiz Alberto foi absolvido pelo TJD, ao ser denunciado em dois artigos referentes à expulsão no mesmo compromisso do Peixe no Morumbi: artigo 252 (ofender o árbitro), que varia de duas a seis partidas, e 254 (praticar jogada violenta).A punição foi imposta ao comandante alvinegro com base nas declarações dirigidas ao juiz após o clássico paulista, vencido pelo Tricolor por 3 x 1. Luxa teria questionado a preferência sexual de Rodrigo Cintra. O artigo 188 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva prevê pena de dois meses a um ano de suspensão."Ele apitava e olhava pra mim em toda falta que marcava. Ele [Rodrigo Cintra] não parava de olhar. Eu não sou veado. Talvez seja pela minha camisa [rosa]", disse Luxa. Após o titulo estadual, o treinador, porém, adotou outro discurso, informando que os comentários tinham por objetivo desviar os assuntos relativos à derrota para o Tricolor. Com o gancho de 60 dias, Luxa não poderá comandar o Santos até a semifinal da Copa do Brasil, caso a equipe supere o Ipatinga-MG nas quartas. A volta aconteceria apenas nas finais da competição, que ocorrem nos dias 19 e 26 de julho. A defesa alvinegra entrou com recurso no TJD logo após a sentença. "Não dá para comentar uma decisão. Vou pedir o efeito suspensivo já nesta segunda-feira. Um dos auditores entendeu que o Luxemburgo não deveria ser punido, e é a partir daí que eu farei o recurso", anunciou Mário Mello. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Adolescente é apreendido com mais de 1t de droga
DOURADOS
Adolescente é apreendido com mais de 1t de droga
BRASIL
Monitor do PIB-FGV vê recuo de 0,7% na atividade econômica em abril
Abertas inscrições do 3º Prêmio de Jornalismo do Tribunal de Justiça de MS
OPORTUNIDADE
Abertas inscrições do 3º Prêmio de Jornalismo do Tribunal de Justiça de MS
Veículo é apreendido com mercadorias de contrabando e descaminho
REGIÃO
Veículo é apreendido com mercadorias de contrabando e descaminho
Todos os munícipios de MS já aplicaram mais de 90% das doses de vacinas recebidas
CORONAVÍRUS
Todos os munícipios de MS já aplicaram mais de 90% das doses de vacinas recebidas
LEGISLATIVO DE MS
Cinemas de MS deverão oferecer sessões mensais adaptadas
EDUCAÇÃO
Celulares apreendidos em presídios já foram doados a mais de 2 mil alunos de MS
DOURADOS
Caminhão de motorista vítima do "falso frete" passa por perícia
CAMPO GRANDE
Homem agride esposa e ateia fogo nas roupas no dia do aniversário dela
LEGISLATIVO
Projeto de Marçal Filho quer omitir dados de clientes em cobranças

Mais Lidas

DOURADOS
Adolescente morre atropelado na BR-163 e condutor foge do local
DOURADOS
Homem tem carro furtado depois de ir com quatro pessoas para motel na BR-463
DOURADOS
Adolescentes e jovem são levados para DP para esclarecer furto de carro em motel
DOURADOS
Após filas e aglomerações, secretário faz duras críticas à população