Menu
Busca sexta, 29 de maio de 2020
(67) 99659-5905

Lutador morto no Rio era instrutor de atores e celebridades nos EUA

26 dezembro 2009 - 07h48

O professor de jiu-jítsu Marcos Adriano Albuquerque, 39, --ex-instrutor do boxeador Mike Tyson-- foi morto a tiros na tarde de anteontem, durante tentativa de assalto na zona oeste no Rio. O americano Brent Garret Massnan, 36, amigo dele, foi baleado na barriga, ao reagir ao roubo da caminhonete Land Rover em que os dois seguiam a caminho de Paraty, no litoral sul do Estado, onde passariam o Natal.

Lutador brasileiro morre em assalto no Rio; americano fica ferido

O crime aconteceu por volta das 16h, quando o lutador -conhecido como Marcos Jara- e o amigo, depois de terem saído da Barra da Tijuca (zona oeste), pararam na Estrada de Pedra de Guaratiba, em Santa Cruz, a 70 quilômetros da região central. Os dois amigos, moradores de Los Angeles, iriam pedir informações sobre qual caminho deveriam seguir para pegar a rodovia Rio-Santos, e acabaram sendo abordados por dois assaltantes, segundo relato de testemunhas à polícia.

Os ladrões deixaram um Fiat Siena -que haviam roubado antes- e cercaram a Land Rover. Brent, que estava no carona, foi baleado na barriga.

O americano foi socorrido por moradores e levado para o hospital estadual Pedro 2º, no mesmo bairro. Ele foi operado de madrugada e transferido, na tarde de ontem, para o hospital particular Copa D'Or, em Copacabana (zona sul). Ele não corria risco de morte.

Marco Jara, que estava dirigindo, morreu com tiros na cabeça, no peito e no ombro. Três horas após o assalto, seu corpo foi encontrado dentro da Land Rover a 25 quilômetros do local do crime. Ele foi localizado pelo rastreamento via satélite do carro, em Senador Camará.

Marco Jara vivia havia 18 anos em Los Angeles. Inicialmente, trabalhou como dançarino de lambada e, em seguida, passou a ensinar jiu-jítsu, inclusive para atores e celebridades de Hollywood.

Em 2003, Jara treinou Mike Tyson para um combate de vale-tudo, quando o ex-campeão mundial de boxe desafiou Bob Sapp, lutador de K-1 -mistura de kung-fu, caratê e kickboxing.

Deixe seu Comentário

Leia Também

PANDEMIA
Comitê diz que Dourados não é epicentro do novo coronavírus e descarta lockdown
LUTO
Morre aos 63 anos o jornalista Gilberto Dimenstein em São Paulo
CLIMA
Mato Grosso do Sul em alerta para tempo seco e baixa umidade relativa do ar
CAMPO GRANDE
Homem condenado a 6 anos por roubo é preso
PANDEMIA
Com crescente número de coronavírus em MS, Dourados ultrapassa 230 casos
DOURADOS
Morte de idosa no HU é descartada para Covid-19
MARACAJU
Veículo com mais de 350 kg de maconha é apreendido seguindo para a Bahia
DOURADOS
Morador faz monitoramento aéreo e ajuda combater a dengue no bairro onde reside
DOURADOS
Prefeitura detalha ter empenhado R$ 5,1 milhões para despesas com o novo coronavírus
TRÁFICO
Polícia encontra mais de 600kg de maconha e skunk em MS

Mais Lidas

PANDEMIA
Dourados é "campeã" de casos de coronavírus em MS pelo 3º dia consecutivo
TRÁFICO
Servidor da Sesai usava veículo oficial para trazer maconha do Paraguai
COVID-19
Curva segue ascendente e Dourados ultrapassa 200 casos de coronavírus
DOURADOS
Após brigar com a ex e decidir dormir na rua, homem é assaltado e agredido