Menu
Busca sexta, 18 de junho de 2021
(67) 99257-3397

Lula Vieira destaca tendências do mercado publicitário

20 abril 2006 - 13h36

Mais de 400 pessoas, entre estudantes, professores e profissionais se reuniram no Teatro Municipal de Dourados, nesta terça-feira para ouvir “causos” e discutir as tendências do mercado publicitário com o bem-humorado Lula Vieira, uma lenda viva da publicidade, na profissão desde 1978, período em que já conquistou mais de 300 prêmios, entre Festival de Cannes, Clio Awards, Festival de Nova York, Festival do Canadá, Prêmio Colunistas, Festival de Gramado e Profissionais do Ano da Rede Globo de Televisão. Para ele, o mercado publicitário apresenta hoje novas especialidades e precisa de gente para atender a essa demanda: os que pesquisam mídia, os que criam e conhecem novos formatos, os que pensam em novos esquemas de comercialização. “Para isso, o profissional precisa ser bem formado”, diz. Lula veio a Dourados a convite da coordenação do curso de Comunicação Social da Uniderp local, que mensalmente realiza palestras com profissionais de destaque na área para implementar a formação acadêmica, já que o objetivo também é atender a demanda do mercado. Segundo o palestrante, ao mesmo tempo em que as agências estão lucrando menos, os clientes estão muito mais exigentes e a concorrência está acirradíssima, o mercado está ótimo e tem espaço para profissionais com novas percepções, interessados em trabalhar em novas áreas. “Existem alternativas de todos os tipos para rentabilizar mais a verba do cliente por meio de publicidade com novos formatos nos mesmos veículos tradicionais e com novos modelos de programação e veiculação, mas não existe gente preparada no nível em que ele precisa”.Lula Vieira destaca que atualmente existem espaços dentro de uma agência ou departamento de comunicação jamais pensados: “a produção de eletrônica é um exemplo. Hoje temos 50 formas diferentes de produzir um comercial que, com ligeiras modificações, pode custar um milhão ou R$100 mil reais”. Outra mudança lembrada por ele é o marketing de relacionamento: “vende mais quem cria programas que façam as pessoas a voltar na loja do que quem fica gritando que tem o preço menor. Há oportunidades pra um profissinal bem formado, para quem lê todos os jornais, todas as revistas, vê televisão, vê cinema, pensa cinema, pensa televisão, pensa no que lê, sabe o que significa a pesquisa, tem o gosto pela descoberta de novas oportunidades. Para esse tem espaço, tanto nas capitais como no interior, a exemplo de Dourados”.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Após passar aniversário em UTI Covid, douradense recebe alta em Rondônia
COVID-19
Após passar aniversário em UTI Covid, douradense recebe alta em Rondônia
Relator da CPI da Pandemia divulga lista de investigados
BRASIL
Relator da CPI da Pandemia divulga lista de investigados
Dois são presos com cocaína avaliada em R$ 5 mi, na MS-164
TRÁFICO
Dois são presos com cocaína avaliada em R$ 5 mi, na MS-164
MS
Funles vai destinar R$ 1,6 milhão para projetos de organizações da sociedade civil
Covid-19 faz mais 4 vítimas fatais e 121 novos casos em Dourados
PANDEMIA
Covid-19 faz mais 4 vítimas fatais e 121 novos casos em Dourados
BRASIL
Médica de MS é nomeada para Secretaria de Enfrentamento à Covid-19
TRABALHO CONJUNTO
Em três anos, mais de 150 veículos são recuperados em Dourados
DOURADOS
Perícia vê alto risco de violência, transtornos mentais e recomenda internação de assassino
DOURADOS
Pesquisa aponta que mais da metade das empresas não demitiram na pandemia
CAMPO GRANDE
Cercado por grupo, motorista atropela bandido e tem carro atingido por tiro

Mais Lidas

DOURADOS
Motorista que atropelou jovem na Presidente Vargas conduzia um Gol e fugiu
NA DELEGACIA
Motorista que atropelou indígena diz que fugiu por medo de sofrer represálias
DOURADOS
Motorista baleado em golpe do "falso frete" é encaminhado ao HV
DOURADOS
Jovens que tentaram aplicar golpe do 'falso frete' e balearam motorista são apreendidos