Menu
Busca quarta, 14 de abril de 2021
(67) 99257-3397

Lula pede que Delcídio assuma CPI dos Correios

15 junho 2005 - 15h19

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva ficou tenso depois do depoimento do presidente do PTB, Roberto Jefferson (RJ), no Conselho de Ética da Câmara dos Deputados. Nesta quarta-feira o presidente pediu ao líder do PT no Senado, Delcídio Amaral (MS), que assuma a presidência e o controle das investigações da CPI Mista dos Correios, criada para apurar o caso de corrupção na estatal. A sessão para decidir os cargos de relator e presidente já começou.Ontem, Delcídio havia desistido do cargo. Não queria assumir uma CPI considerada "chapa-branca". No entanto, ele mudou de idéia depois de ser chamado por Lula pela manhã. "O presidente Lula foi absolutamente claro e deu carta branca para que apure tudo, doa a quem doer", relatou o líder petista.O retorno do nome de Delcídio coincidiu com a última tentativa de acordo entre governo e oposição para a escolha do presidente e do relator da CPI. O PFL manteve a intenção de indicar o senador César Borges (BA) para um dos cargos. A base governista, temerosa da ligação de Borges com o senador Antonio Carlos Magalhães (PFL-BA), recusou o nome e sugeriu outros --Rodolpho Tourinho (PFL-BA), Sérgio Guerra (PSDB-PE) e Edison Lobão (PFL-MA). Não houve acordo.Com isso, os dois principais cargos da comissão serão decididos no voto. Delcídio deverá assumir a presidência e indicar o deputado Osmar Serraglio (PMDB-PR) para o principal cargo da comissão, a relatoria.Primeiro convocadoNa reunião de hoje, os líderes dos partidos da base e da oposição decidiram que o primeiro convocado para depor na CPI será o ex-diretor de Contratação e Administração de Material dos Correios Maurício Marinho, flagrado recebendo R$ 3 mil de propina de supostos empresários e responsável por acusar Jefferson de participar do esquema de corrupção.Depois, os outros funcionários da estatal envolvidos no caso devem ser convocados a depor, inclusive as pessoas que já foram presas pela Polícia Federal.O líder do governo no Senado, Aloizio Mercadante (PT-SP), adiantou que Jefferson deverá depor depois de ouvidos os ex-funcionários dos Correios. A data ainda não foi acordada entre os senadores.As reuniões da CPI ocorrerão às terças-feiras a partir das 18h e às quintas às 10h. As informações são da Agência Folha.

Deixe seu Comentário

Leia Também

PONTA PORÃ
Ladrões fingem fazer revisão em cerca elétrica e assaltam casal de idosos
BRASIL
Senado aprova prorrogação da situação de emergência de saúde no país
Máquina agrícola atinge caminhonete, carro e só para após tombar
GLÓRIA DE DOURADOS
Máquina agrícola atinge caminhonete, carro e só para após tombar
TRÂNSITO
Nova Lei proíbe o transporte de menores de 10 anos em motocicletas
Celular "bombando" entrega traficante, que é preso com cocaína
VACINA
Ministério da Saúde divulga lista, por estado, de quem não tomou segunda dose
MEIO AMBIENTE
Dono de chácara é multado em R$ 5 mil por construir tanques de piscicultura
COXIM
MP denuncia ex-prefeito, ex-secretários e empresários por associação criminosa
CAPITAL
Após espancar, homem ameaça colocar fogo em casa com a ex dentro
BRASIL
Câmara aprova projeto que prorroga entrega do IR até 31 de julho

Mais Lidas

RIO BRILHANTE
Soldado da Polícia Militar é encontrado morto no interior de residência
IZIDRO PEDROSO
Estado doará terrenos e busca parceria para construir casas populares em Dourados
DOURADOS
Homem encontrado morto pode ter envolvimento em esquema de agiotagem internacional
CASA PRÓPRIA
Prefeitura abre recadastramento habitacional em Dourados