quinta, 18 de agosto de 2022
Dourados
30°max
18°min
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397

Lula: governo não considera partido para definir recursos

19 setembro 2004 - 14h33

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse hoje que o governo federal não leva em consideração o partido político de governadores ou prefeitos para definir as áreas prioritárias de investimento. “O governo federal não está olhando de quem é o estado, para qual é o governador, de onde é o prefeito. Nós olhamos a necessidade, nós olhamos se o projeto é um projeto que está bem feito, que é consistente, e aí nós fazemos aquilo que a gente pode fazer na medida do sacrifício”, afirmou. Lula visitou hoje, em Recife, o complexo habitacional que está em fase de construção no bairro Cordeiro. Ao todo, serão 22 blocos e 740 unidades habitacionais, além de 56 casas. As residências estão sendo construídas pelos futuros moradores. Eles receberam cursos de capacitação em alvenaria e técnicas de construção civil. Ganham pelo trabalho uma bolsa mensal de R$ 260. O complexo vai abrigar as 435 famílias que viviam precariamente em palafitas, correndo risco de vida sempre que a maré subia. O presidente disse que ficou feliz ao perceber que a situação melhorou nos locais onde estavam as palafitas. “Eu fico feliz porque a gente está vendo as casas subirem a partir do alicerce. Eu acho que dentro de pouco tempo eu voltarei aqui para a inauguração”, afirmou. Lula lembrou que no início do ano passado ele e ministros visitaram as palafitas e, na ocasião, assumiram o compromisso de fazer com que as pessoas morassem com dignidade.O fato de os futuros moradores, inclusive as mulheres, estarem construindo as próprias casas, segundo Lula, foi o que mais o emocionou. “Não é o problema de construir uma casa ou duas casas, porque isso qualquer um faz, não tem que ser governo de direita, de esquerda, de centro, de qualquer coisa. O que mais me emociona é o fato das mulheres que moravam naquela região, ao sair de lá terem uma ajuda para pagar o aluguel e estarem aprendendo aqui o jeito de fazer suas próprias casas”, disse.O presidente lembrou que no Brasil não é hábito mulher trabalhar na construção civil, mesmo assim, as futuras moradoras estão se empenhando e recebem elogios dos instrutores. “Eu acho que as mulheres tomaram consciência de que não existe diferenciação, as mulheres querem ocupar todos os espaços e eu acho que devem ocupar na política, no mundo acadêmico, no mundo do trabalho, no mundo cultural. Eu acho que aos poucos a sociedade brasileira está evoluindo e eu acho que será uma sociedade mais humanista, mais equânime e mais solidária”

Deixe seu Comentário

Leia Também

IVINHEMA

Jovem é preso suspeito de estuprar uma colega de escola de 12 anos

POLÍTICA

Soraya Thronicke propõe substituir impostos federais por um só tributo

Vendedor é preso após oferecer carona e beijar menina de 12 anos

JUDICIÁRIO

STF retoma nesta quinta julgamento sobre nova Lei de Improbidade

CORUMBÁ

Homem é preso por agredir e manter esposa em cárcere

GERAL

Jogos da Copa da Juventude começam no dia 26 de agosto em Dourados

PM é denunciado por tortura cometida quando 'caçava' assassinos do filho

ECONOMIA

Empréstimo consignado do Auxílio Brasil deve começar em setembro

PF cumpre mandado de busca no envio de drogas sintéticas pelos Correios

ECONOMIA

Saiba como declarar o Imposto sobre a Propriedade Territorial Rural

Mais Lidas

PARQUE DAS NAÇÕES II

Morto após atacar a polícia fez 'quebra-quebra' em posto antes de invadir casa

BELA VISTA

Acidente em estrada vicinal mata líder sindical em MS

PARQUE DAS NAÇÕES II

Homem invade casa com família dentro e morre ao atacar policiais em Dourados

ITAQUIRAÍ

Corpo de idoso morto por adolescentes e jogado em rio é encontrado