Menu
Busca quarta, 24 de fevereiro de 2021
(67) 99257-3397

Luiz Carlos propõe Geraldo (PPS) e Bela (PDT) na sucessão a Tetila

04 maio 2004 - 19h49

O presidente do diretório municipal do PPS em Dourados, arquiteto Luiz Carlos Ribeiro, disse hoje que acredita na viabilidade eleitoral de uma chapa que tenha o deputado federal Geraldo Resende (PPS) como candidato a prefeito e a vereadora Bela Barros (PDT) como vice. Ambos, segundo ele, são dinâmicos e identificados com os principais problemas da comunidade. As declarações de Luiz Carlos se inserem nas articulações que vêm sendo feitas por um grupo de vários partidos de oposição, com a intenção de lançar um candidato único para prefeito e vice nas próximas eleições. Segundo o arquiteto, por sua origem humilde e por sua formação na área médica, Geraldo Resende tem uma boa penetração tanto na classe média quanto na dos trabalhadores, enquanto a vereadora Bela Barros, por seu trabalho na periferia e por ser mulher, também tem grande aceitação nesse meio. Na avaliação de Luiz Carlos, esta composição, se adotada pelo chamado G-7, propiciará o início da formação de uma classe política regional, “até hoje inexistente”, que passaria a ter peso nas decisões tomadas em nível de Estado, uma vez que deverá contar com o engajamento de todas as lideranças e forças que participam do bloco. “No entanto, mais importante que os nomes é o projeto, que prevê a inclusão da Grande Dourados no processo de desenvolvimento do qual se encontra excluída”, salienta o dirigente do PPS. Para uma prova de que isso ocorre é o fato de que a região se encontra alijada do Plano Nacional Ferroviário. O arquiteto entende que um dos grandes problemas enfrentados em Dourados e nos municípios de entorno é o desemprego. A implantação de um projeto ferroviário, na sua opinião, irá preencher essa lacuna, gerando novas vagas de trabalho e, conseqüentemente, propiciará geração de renda. Luiz Carlos critica as chamadas “políticas compensatórias”, representadas pela distribuição de cestas básicas, enquanto o poder público não consegue adotar políticas de criação de empregos. “Uma administração composta por homens e mulheres do perfil de Geraldo e Bela Barros, seguramente propiciará o fortalecimento da classe política regional e fará com que tenhamos voz e vez junto aos governos estadual e federal”, conclui.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Policia desmantela associação criminosa que mantinha entreposto de droga
CAARAPÓ
Policia desmantela associação criminosa que mantinha entreposto de droga
LOTERIA
Confira as dezenas sorteadas da Mega-Sena; prêmio de R$ 42 milhões
Homem é preso acusado de tráfico de drogas da região do Piratininga 
POLÍCIA
Homem é preso acusado de tráfico de drogas da região do Piratininga 
BIOSSEGURANÇA
Novo decreto amplia horário de funcionamento de bares e libera eventos
PARAGUAI
Polícia prende 8 em fazenda de Pavão com produtos para fabricar cocaína
ITINERANTE
Carreta da Justiça atende população da cidade de Paraíso das Águas
DOF
Polícia apreende veículo com mais de uma tonelada de maconha na MS-386 
IMUNIZANTE
MS recebe 22,5 mil doses da vacina AstraZeneca/Oxford contra a Covid-19
JOGANDO EM CASA
Douradão é liberado para a estreia do DAC na série A do Estadual
DOURADOS
Carreta estacionada ao lado da Depac com 30t de maconha é levada ao Batalhão da PM

Mais Lidas

REGIÃO
Homem é preso após estuprar menina de 11 anos
REGIÃO
Trio de Dourados é preso tentando furtar agência dos Correios de Itaporã
TACURU
Tatuagem ajuda mãe a identificar homem encontrado morto sem a cabeça
BOA AÇÃO
Vítima de golpe, família é ajudada por funcionário de companhia aérea em Campo Grande