Menu
Busca sábado, 31 de julho de 2021
(67) 99257-3397

LRF deve dificultar fechamento de contas das prefeituras

30 outubro 2004 - 13h35

 Mais da metade dos 5.562 prefeitos brasileiros corre o risco de não fechar suas contas em dezembro. Se isso ocorre, eles serão submetidos às sanções da Lei de Responsabilidade Fiscal. Em entrevista à Agência Brasil, a prefeita de Maceió, Kátia Born (PSB), que também preside a Frente Nacional de Prefeitos, disse que as pequenas e médias prefeituras contavam com R$ 1,2 bilhão que seriam repassados pelo governo federal neste ano como parte do acordo para a aprovação da reforma tributária. Esta reforma ainda depende de aprovação da Câmara dos Deputados. ?Em 2003, como parte das discussões da reforma tributária, fizemos um acordo com o governo federal que repassariam às prefeituras R$ 1,2 bilhão, seria uma espécie de ?décimo terceiro? a ser pago em novembro?, explicou a prefeita. Como a reforma ainda está no parlamento, os municípios ficaram sem os recursos que reforçariam o Fundo de Participação (FPM). Kátia Born ressaltou que a maioria dos prefeitos que têm dificuldades de fechar suas contas até dezembro são de pequenos e médios municípios, justamente os que mais dependem dos repasses do FPM. Dependendo da gravidade das contas públicas, o administrador corre o risco até de ser preso, de acordo com a Lei de Responsabilidade Fiscal. Na semana passada, antevéspera do segundo turno das eleições municipais, a prefeita esteve com autoridades do Ministério da Fazenda e da Receita Federal para colocar a gravidade da situação. ?Estamos tentando buscar uma fórmula porque os prefeitos não podem ser penalizados pela não aprovação da reforma tributária pelo Congresso?. Aprovada em 2000 e regulamentada pelo Congresso em 2002, esta será a primeira vez que os prefeitos terão que fechar suas contas e entregá-las a seus sucessores sob as regras da Lei de Responsabilidade Fiscal. ?Eu espero que o ministro (Antonio) Palocci dê uma resposta o mais rápido possível para que os prefeitos possam, com tranqüilidade, fechar suas contas em dezembro?, destaca a presidente da Frente Nacional de Prefeitos.  

Deixe seu Comentário

Leia Também

Hospital do Câncer de Presidente Prudente é credenciado ao SUS
BRASIL
Hospital do Câncer de Presidente Prudente é credenciado ao SUS
PM prende homem com carro adulterado e espingarda calibre 12
MS
PM prende homem com carro adulterado e espingarda calibre 12
BRASIL
PF prende falsificador de cédulas foragido há 5 anos
Prefeitura informa novo recorde de vacinação com 7,6 mil doses em 24 horas
COVID-19
Prefeitura informa novo recorde de vacinação com 7,6 mil doses em 24 horas
PANDEMIA
Covid-19: Espanha libera entrada de voos do Brasil
STF
Ministro Alexandre de Moraes mantém prisão de denunciado por golpes milionários na internet
COVID-19
Anvisa recebe pedido para testes de vacina desenvolvida pela UFMG
JUSTIÇA DO TRABALHO
Carreteiro não será indenizado por dano existencial por jornada exaustiva
FALTOU CHUVA
Julho de 2021 chega ao fim entre os mais secos da história de Dourados
Museu da Língua Portuguesa é reaberto com presença de autoridades

Mais Lidas

ACIDENTE DOMÉSTICO
Após discussão com entregador jovem acaba ferido
PARAGUAI
Militares executados na fronteira eram sargentos da FTC
PONTA PORÃ
Bilhete ao lado de corpo esquartejado indica próximos "alvos" de criminosos
CLIMA
Dourados bate recorde de frio no ano com geada forte