Menu
Busca sexta, 05 de março de 2021
(67) 99257-3397

Longen participa de homenagem a Lula e destaca indústria

13 agosto 2009 - 12h48

O presidente da Fiems, Sérgio Longen, participou em Brasília (DF) na noite desta quarta-feira (12/08) da cerimônia de concessão do Grande Colar da Ordem do Mérito Industrial ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva, realizada no auditório da Confederação Nacional da Indústria (CNI). “Há um forte tendência que indica a superação da crise pela economia brasileira e sinais evidentes de que o país voltará a crescer neste segundo semestre. Este foi o recado do presidente Lula aos líderes do setor industrial do País,” destacou.

Além do presidente Lula, Longen manteve contatos durante o evento com vários ministros, entre eles, Dilma Rossef (Casa Civil) e Miguel Jorge (Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior), com quem tratou de assuntos ligados ao fomento a atividade industrial, notadamente do setor energético.

“O Presidente demonstrou grande otimismo em relação à produção do petróleo da camada pré-sal, a qual ele considera uma oportunidade histórica do Brasil se desenvolver baseado na capacidade de investimento e na inovação tecnológica”, informou Longen. Estes são pilares bem mais sofisticados, segundo Lula, do que o modelo anterior de substituição de importações.

Durante seu discurso, o Presidente Lula listou as principais medidas tomadas pelo governo para superar a crise, destacando o aumento do volume de crédito em plena retração do sistema financeiro, que atinge atualmente 43% do PIB (Produto Interno Bruto), três vezes mais do que há seis anos, e a manutenção de níveis altos de consumo, pela preservação da renda das famílias.

“Nosso País foi atingido pela crise, mas soubemos reagir. O Brasil emerge da pior crise mundial desde 1929 com alto patrimônio de credibilidade aqui dentro e lá fora”, assinalou Lula.

Acompanhado de nove ministros de Estado na solenidade em que foi agraciado pela CNI, o presidente da República destacou o papel da entidade como “um dos pilares inestimáveis da construção do Brasil”, ressaltando o papel pioneiro de Roberto Simonsen e Euvaldo Lodi, fundador e primeiro presidente da CNI, respectivamente.

Lembrou do curso de torneiro mecânico que concluiu em 1962 no Senai, ressaltando ter sido o primeiro impulso que acabou levando o operário industrial à Presidência da República. Saudou os alunos do SENAI presentes à solenidade. “Espero que minha trajetória sirva de exemplo a cada um de vocês”, exortou.

Na avaliação de Longen, foi um evento que atraiu a representatividade das lideranças da indústria no País e reforçou o papel que a CNI vem desempenhando em busca de novas conquistas e mais representatividade para o setor.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Garras inaugura Centro de Treinamento Tático e comemora 30 anos de história
SEGURANÇA PÚBLICA
Garras inaugura Centro de Treinamento Tático e comemora 30 anos de história
PANDEMIA
Brasil registra aumento de 11% em mortes por covid-19 em uma semana
PM apreende carga de cigarros em dois carros que seguiam para Campo Grande
CONTRABANDO
PM apreende carga de cigarros em dois carros que seguiam para Campo Grande
Pandemia prejudica transplante de órgãos no Brasil
SAÚDE
Pandemia prejudica transplante de órgãos no Brasil
Grêmio confirma renovação com Renato Portaluppi para 2021
FUTEBOL
Grêmio confirma renovação com Renato Portaluppi para 2021
LEGISLATIVO
Mais dois municípios de MS têm calamidade pública prorrogada
COVID
'Dia D' quer vacinar 400 pessoas de grupos prioritários no sábado
MATO GROSSO DO SUL
Executivo envia projeto para criar fundação de apoio à pesquisa e à Educação
BOLETIM
Covid faz novas vítimas fatais e outras 65 pessoas contraem o vírus em Dourados
LOTERIAS
Sorteio da Mega pode pagar prêmio de R$ 22 milhões amanhã

Mais Lidas

DOURADOS 
Vídeo mostra momento da colisão entre veículos em Dourados
PONTA PORÃ
Casal é assassinado na fronteira e corpos são deixados um ao lado do outro
NOVA DOURADOS
Colisão entre veículos deixa pessoa gravemente ferida em Dourados
PANDEMIA 
Secretário alerta para nova variante do coronavírus na região da Grande Dourados