Menu
Busca domingo, 16 de maio de 2021
(67) 99257-3397

Leia: Pessoas e pinturas , por Davi Roballo

08 fevereiro 2011 - 14h04

O relógio anunciava oito horas quando o ranger da pesada porta do museu abriu-se, adentrando logo alguns turistas que após passarem o átrio impressionam-se com os apreços em exposição. Logo a frente diante de um quadro de Vincent Van Gogh, um casal discutia sobre o valor do quadro original daquela mesma pintura, que era uma copia fiel da obra do artista.
Dizia o homem: como pode haver pessoas que ainda dão uma enorme quantia em dinheiro por uma pintura com traços infantis, contendo deformações nos elementos que preenchem a paisagem? -e apontando para o quadro acrescenta- como estes ciprestes que mais parecem estar em chamas e estas oliveiras com seus ramos totalmente contorcidos...
Por sua vez a mulher redargüiu: não se trata de uma obra qualquer, para julgá-la deve-se em primeiro lugar conhecer a história do artista para entender sua expressão intrínseca através da tinta. Pois Van Gogh preferia pintar as coisas não como elas são, mas como ele as via, ou seja, ele pintava a sua própria realidade. –e apontando para o quadro explica ao homem: Veja os trigais ele os pintou agitados e inquietos, os ciprestes estão trêmulos, aflitivos, há neles muita tensão, as oliveiras estão angustiadas e torcidas, pois era assim que o artista sentia-se interiormente quando pintou esta paisagem, tempos antes de suicidar-se com um tiro no peito neste mesmo campo de trigo...
No quadro da vida a todo o momento somos rodeados de criticas e de conceitos pré-concebidos em relação a nós, como também de nós partem as mesmas insânias em direção a outras pessoas. Como estamos preocupados em manter nosso mundo de aparências, esses deslizes passam quase que despercebidamente no desenrolar de nosso cotidiano. Então julgamos as pessoas pela forma de expressar-se, de vestir-se, de caminhar etc. e deste modo, pouca ou nenhuma importância damos aos que nos falam ou sugestionam, porque já os julgamos pelo rótulo, sem preocupar-nos em procurar saber um pouco mais do histórico sociocultural, antes de entregar-se a mesquinhez do preconceito.
No rol de nossos dias por andarmos num frenesi alucinado instigado por nossa vaidade, não medirmos nossos atos, machucamos pessoas próximas de nosso convívio em todas as esferas, simplesmente por nos colocarmos num patamar acima do bem e do mal, esquecendo-se de nossa condição de perfectíveis sujeitos a erros. Por falta de conhecimento dos valores inerentes a cada pessoa avaliamos os erros alheios sem levar em conta a gênese desencadeadora do desequilibro evidente de cada situação, que se apresenta, passando a considerar somente o deslize, olvidando as qualidades e as aptidões dos que nos rodeiam...
Atualmente estamos tão preocupados em acompanhar a velocidade do mundo, que, com seus tentáculos rouba parte de nós a todo o momento, aguçando nossa ambição e cobiça de consumo, que estamos perdendo a magia de interpretar os quadros pintados pela vida ao nosso derredor a todo o instante.
Não estamos tendo nem mesmo tempo de avaliarmos as pinturas que estamos deixando por onde passamos que muitas vezes são a origem das criticas e conclusões precipitadas disparadas ao nosso encontro, que por orgulho e demasiada vaidade devolvemos aos que compreendem os espaços por onde andamos, por ainda não encontrarmos dentro de nós hombridade suficiente para assumir nossos atos e desatinos...
* Jornalista
daviroballo@gmail.com

Deixe seu Comentário

Leia Também

ECONOMIA
Abono salarial do PIS-PASEP de até R$ 1,1 mil tem calendário unificado
EDUCAÇÃO
Projeto 'Astrominas' oferece vagas para meninas adolescentes em atividades online de ciências
EMPREGO
Processo seletivo da Prefeitura de Maracaju terá salários de até R$ 8,5 mil
EDUCAÇÃO
Prazo para pedir isenção de taxa do Enem começa nesta segunda-feira
POLÍCIA
Foragido da Justiça é preso após agredir namorada adolescente
POLÍCIA
Mulher encontra seus três cachorros envenenados e suspeita de vingança do ex
ESPORTE
Grêmio vence Inter de virada e larga em vantagem na final do Gauchão
ESPORTES
Palmeiras domina o Corinthians, vence em Itaquera e vai à final do Paulistão
POLÍCIA
Homens são flagrados carneando vaca furtada e um deles tenta agredir policial a facada
PANDEMIA
Variante da Covid-19 que surgiu no Brasil já foi detectada em 16 países latino-americanos

Mais Lidas

CAMPO GRANDE
Após discussão, jovem bate veículo em poste e namorada que estava no capô morre
TRÁFICO DE DROGAS
Chefe do 'Comando Vermelho' e foragido há seis meses é preso em Dourados
FEMINICÍDIO
Mulher baleada na cabeça pelo ex-marido morre no hospital
CAPITAL
Jovem sai para comprar narguilé e morre após colidir moto contra poste