Menu
Busca terça, 21 de setembro de 2021
(67) 99257-3397
OPINIÃO

Ladário: sua história,seus amores!, por Rosildo Barcellos

01 setembro 2014 - 08h59

Há de se considerar que existe uma razoável produção sobre a História de Mato Grosso, entretanto nota-se que a cidade de Ladário ficou relegada ao esquecimento, neste quesito. Poucos estudiosos elegeram a cidade como cenário ou objeto de suas obras ou, ainda, como campo de indagação histórica. A maioria dos textos sobre a história do estado, ao abordar o município de Ladário, limita-se ao período de sua fundação em 1778, por conta da política geoestratégica de ocupação lusitana, e ao período de sua emancipação político-administrativa, em 1954.

Todavia, a cidade de Ladário apresenta um conjunto de valores que, automaticamente a torna para mim uma das maiores possibilidades de Patrimônio Turismo em potencial de nosso Estado. Evidentemente que se ordenarmos adequadamente o aproveitamento desse manancial, esta certamente poderá ser a chave para a solução dos problemas urbanos, prementes e com condições de gerar novas alternativas de desenvolvimento condicionando o seu rendimento à manutenção dos recursos.

Certamente que a cidade desfruta de uma situação privilegiada onde se equilibram com o mesmo peso os aspectos naturais, históricos e culturais, capazes de atender às características dos diversos tipos de turismo, e que com certeza deverão exigir um tratamento específico dos profissionais do turismo que deverão unir os diversos elementos de interesse criando um corredor do turismo, onde o conhecimento da região, de suas tradições e de seu potencial, propicie a distinção necessária ao atendimento de cada grupo ou evento.

Atualmente, já podemos encontrar como local de visitação a Praça Almirante Gastão Brasil, onde se encontra a máquina locomotiva que desbravou a região trazendo o minério do Urucum ao Porto de embarque.que foi trazida pelos ingleses que faziam a exploração no início do século.Também temos a estátua da Irmã Maria Regula Huber, nascida na Alemanha Ocidental em 1911 chegou em Ladário em 26/06 de 1942 a bordo do navio Fernandes Vieira e fundou a escola São Miguel trazendo um novo impulso ao conhecimento na cidade.

Outro ponto de visitação interessante é o mirante Pantaneiro inaugurado a 02 de setembro de 1993 próximo a barranca do Rio Paraguai e também está eternizado através de um busto, a homenagem ao maior escultor de todos os tempos da cidade de Ladário, João Lemos de Barcellos. De presente de aniversário nos 236 anos de emancipação político administrativa do município de Ladário resta-nos sonhar que ela não se solte dos trilhos do desenvolvimento e possa fomentar de forma equânime: o turismo, o trânsito, a educação, o esporte e cultura para que o futuro possa resplandecer glorioso, doravante.

O autor é articulista*

Deixe seu Comentário

Leia Também

Homem é preso com carro roubado no RJ que seria levado para a Bolívia
Homem é preso com carro roubado no RJ que seria levado para a Bolívia
IFA
Fiocruz recebe na quarta insumos para produzir 5,2 milhões de doses
NOVA ANDRADINA
Homem é preso pela após agredir esposa durante discussão
BRASIL
Governadores dizem que alta na gasolina é 'problema nacional'
Idoso morre após 1 mês internado e família procura ciclista suspeito
Idoso morre após 1 mês internado e família procura ciclista suspeito
REGIÃO
Mais Social: beneficiários já podem utilizar créditos nesta terça-feira
Mulher finge dormir e flagra marido estuprando neta de 9 anos
ESTADOS UNIDOS
Presidente Bolsonaro se reúne com primeiro-ministro britânico nos EUA
PEDRO JUAN
Irmãos executados na fronteira foram vítimas de fugitivo de presídio
DOURADOS
Vereadores aprovam programa de regularização de edificações

Mais Lidas

DOURADOS
'Buguinha' é presa e diz que matou caseiro por legítima defesa
EVENTO CLANDESTINO
PM encerra festa com pelo menos 2 mil pessoas em Dourados
DOURADOS
Envolvida em execução de detetive é presa novamente em Dourados
LOTERIA
Douradense fatura R$ 31 mil ao acertar na quina