Menu
Busca quarta, 24 de fevereiro de 2021
(67) 99257-3397

Juvêncio anuncia saída do PMDB e culpa André Puccinelli

08 setembro 2003 - 15h50

O senador Juvêncio César da Fonseca acaba de anunciar ao MidimaxNews que está deixando o PMDB para ingressar no PDT e culpa o prefeito de Campo Grande, André Puccinelli, pela decisão de trocar de legenda. “Deixo o PMDB por causa do desconforto que sinto dentro do partido e quem gerou esse desconforto foi o prefeito André Puccinelli”, disparou.Ainda de acordo com Juvêncio, a discriminação do PMDB contra ele é pública e notória. “Falta um sentido de democracia coletiva no partido que hoje discrimina suas lideranças mais importantes e vive uma autocracia”, declarou, completando que não pode negar que se trata de uma grande legenda, mas isso não ganha eleição. “Já perdemos duas eleições para o PT por essa desunião e, além disso, o PMDB não dá liberdade para as suas lideranças”, completou.Sobre o fato de estar deixando o PMDB para ser o candidato à Prefeitura de Campo Grande pelo PDT nas eleições do próximo ano, o senador disse que realmente tem essa intenção, porém não há cartas marcadas para ele ser candidato. “No PMDB, se o André pudesse indicava ele mesmo para ser candidato. Por isso escolhi o PDT que é um onde mais tenho amigos e onde também tenho chances de ser o candidato”, disse. Com a saída de Juvêncio, o PMDB pode sofrer alterações também na Câmara de Vereadores da Capital. A transferência de Marcelo Bluma do PSC para o PDT já está praticamente confirmada, além disso Jorge Martins também ingressar no partido junto com o senador. No entanto, o partido que poderá perder mais nomes é o próprio PMDB. O nome do vereador Matozinhos já foi levantado pelo deputado estadual Antônio Braga (PDT) como um dos que poderão mudar de legenda. Já foram iniciadas conversas com outros vereadores para que sigam o mesmo caminho do senador Juvêncio. Entre eles o do vereador Edil Albuquerque, que apesar de ter se filiado recentemente ao PMDB, poderá mudar para o PDT. Essas prováveis alterações dentro do PMDB deverão ocorrer porque os vereadores se deram conta de um problema que deverão enfrentar. O partido não deverá conseguir reeleger oito vereadores. Os próprios vereadores já fizeram seus cálculos e concluíram que o partido poderá eleger quatro ou cinco vereadores nas próximas eleições. A questão é quem ficará de fora. Com receio de que isso possa efetivamente acontecer, alguns já deverão procurar outros caminhos.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS
Policiais civis prendem suspeito após descumprimento de medidas protetivas
INVESTIMENTO
Com objetivo de atender os produtores rurais o deputado Renato Câmara solicita equipamentos a Agrae
Projeto que destina recursos não resgatados do Nota Premiada para habitação é aprovado
ESTADO
Projeto que destina recursos não resgatados do Nota Premiada para habitação é aprovado
Mães de crianças especiais se preocupam com contratação de professores de apoio na Reme
VOLTA ÀS AULAS
Mães de crianças especiais se preocupam com contratação de professores de apoio na Reme
DOURADOS
Município abre processo seletivo para estágio
3 TONELADAS
Drogas apreendidas em duas cidades de MS são incineradas
DOURADOS
Justiça autoriza reintegração de área pública usada como depósito de sucatas
JUSTIÇA
CNJ impõe aposentadoria a desembargadora por beneficiar filho em MS
SERVIÇOS URBANOS
Cemitérios públicos começam a receber roçada em Dourados
CAMPO GRANDE
Motorista é preso levando 600kg de maconha em fundo falso de caminhão

Mais Lidas

REGIÃO
Homem é preso após estuprar menina de 11 anos
REGIÃO
Trio de Dourados é preso tentando furtar agência dos Correios de Itaporã
TACURU
Tatuagem ajuda mãe a identificar homem encontrado morto sem a cabeça
BOA AÇÃO
Vítima de golpe, família é ajudada por funcionário de companhia aérea em Campo Grande