Menu
Busca segunda, 01 de junho de 2020
(67) 99659-5905

Justiça faz leilão de sucatas hoje

26 fevereiro 2010 - 08h09

Será realizado hoje a partir das 9 horas da manhã, na Casa de Leilões, o pregão oficial de 200 lotes de sucatas provenientes do pátio da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Veículos (Defurv). São lotes – alguns em razoável estado – de motos, ciclomotores, automóveis, carretas, caminhões e outros bens. Será o primeiro grande leilão oficial de 2010 em Campo Grande. Os veículos foram designados como sucata para leilão sob determinação do Tribunal de Justiça do Estado de Mato Grosso do Sul (TJ/MS), através do juiz Marcos José de Brito Rodrigues, do Fórum de Campo Grande. O pedido para a realização do leilão partiu do delegado titular da Defurv, Alberto Vieira Rossi. Nenhum lote poderá ser utilizado em ruas e estradas. Os veículos deverão receber nova utilização por serem furto de roubo sem a localização de seu antigo proprietário.

Para quem trabalha com sucatas ou tem condições de reaproveitar peças, motores e estruturas dos lotes, a oportunidade é boa. São pelo menos 92 motos e ciclomotores com lances a partir de R$ 10,00; 80 automóveis e caminhonetes com lances a partir de R$ 100,00 e vários caminhões e carretas que serão vendidos com valores a partir de R$ 300,00.

Os lotes receberam intensa visitação até esta quinta-feira. A secretária executiva da Casa de Leilões, Cláudia A. Leite, estima uma freqüência média de quase 100 pessoas/dia durante esta semana. O pregão será comandado pelo leiloeiro oficial Tarcílio Leite. A Casa de Leilões fica na Rua Jaboatão, 271, Bairro Silvia Regina (800 metros do Aeroporto Internacional).

Além do preço do lote estipulado pelo último lance, o arrematante deverá desembolsar ainda o valor da taxa de despesas de pátio que foram estipuladas em R$ 50,00 (motocicletas), R$ 100,00 (veículos leves/passeio) e R$ 200,00 (veículos pesados – carretas e caminhões). O pagamento deverá ser em dinheiro ou cheque. Não serão aceitos depósitos feitos em caixas automáticos e cheques administrativos, emitidos para terceiros.

O transporte dos bens arrematados ficará por conta dos arrematantes, cabendo ao mesmo todas as providências e despesas para a retirada. Os bens deverão ser levados do pátio da Casa de Leilões no prazo máximo de 05 dias após a realização do pregão.

Deixe seu Comentário

Leia Também

APOSENTADORIA
INSS: último balanço mostra 1,8 milhão de benefícios represados
POLÍCIA
Foragido há dois anos acusado de matar idoso estrangulado é preso
CONVERSA COM BIAL
'O presidente esqueceu de combinar comigo', diz Aras sobre nota de Bolsonaro
JUSTIÇA
TJ/MS manda Delegado acusado de furtar droga de volta para a prisão
GERAL
Cartórios de notas realizam serviços por videoconferência em todo país
CAPITAL
Seis meses de namoro terminam com jovem agredida a capacetadas
UEMS
Convênio seleciona bolsistas em Campo Grande e em Dourados
CAMPO GRANDE
Homem encontrado morto em cachoeira é de SP e tinha 58 anos
TRABALHO REMOTO
TRE-MS disponibiliza balanço semanal das atividades
AVANÇO DA COVID-19
Brasil registra 623 mortes por coronavírus em 24 horas e chega a 29.937

Mais Lidas

PANDEMIA
Estado alerta que Dourados deve ser cidade com mais casos de Covid-19 na próxima semana
POLÍCIA
Homem encontrado morto sob a ponte do Calarge tinha 38 anos
DOURADOS
HU emite nota de esclarecimento sobre atendimento de mulher que morreu com Covid-19
DOURADOS
Homem é encontrado morto embaixo de ponte no córrego Laranja Doce