sexta, 14 de junho de 2024
Dourados
32ºC
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397

Justiça Eleitoral multa prefeito de Santos

06 novembro 2004 - 14h45

A Justiça Eleitoral multou em R$ 53.205 o atual prefeito de Santos, Beto Mansur (PP), pela acusação de uso do "Diário Oficial" do município para fins eleitorais. Ele vai recorrer da decisão, tomada em primeira instância pelo juiz da 118ª Zona Eleitoral de Santos, Alexandre Coelho.O juiz se baseou em representação feita pelo PT, que acusou o prefeito de usar o "Diário Oficial" do município para propaganda institucional com fins eleitorais. Segundo o PT, a propaganda foi veiculada durante os três meses que antecedem as eleições para favorecer a candidatura à Prefeitura de Santos de João Paulo Tavares Papa (PMDB) --candidato apoiado por Mansur e que derrotou a petista Telma de Souza no segundo turno.Na decisão, Coelho julgou improcedente o pedido de cassação do registro da candidatura de Papa, também feito pelo PT.Na quinta-feira, Papa convocou uma entrevista coletiva para informar que também tramita na Justiça um processo que pede a inelegibilidade de Telma.Os advogados do prefeito eleito entraram com a petição na semana passada, após uma manifestação política na praça Mauá, no centro de Santos, no qual teriam sido usados equipamentos do Sindicato dos Funcionários Públicos Municipais de Santos.O peemedebista também afirmou que, até a próxima semana, seus advogados devem dar entrada com uma nova petição por crimes eleitorais que teriam sido cometidos pelo PT no dia do segundo turno das eleições."Essa nova ação diz respeito a abuso de poder econômico, boca-de-urna, constrangimento de eleitores e uso de identificações irregulares", afirmou."A eleição legítima para ela [Telma] é a que ela vence", afirmou o prefeito eleito.O PT aguarda ainda a decisão de outros dois processos que também pedem a inelegibilidade de Papa. Um deles espera decisão em primeira instância e o outro depende de julgamento do TRE (Tribunal Regional Eleitoral).Os advogados do PT informaram que ainda não foram notificados sobre o processo que já tramita na Justiça citado por Papa e afirmaram que ele está "preocupado". 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Não é só gotinha: entenda como funciona a vacinação contra a pólio
IMUNIZAÇÃO

Não é só gotinha: entenda como funciona a vacinação contra a pólio

Jeep roubado no Rio de Janeiro é recuperado em MS
POLÍCIA

Jeep roubado no Rio de Janeiro é recuperado em MS

Fortalecimento do SUAS foi tema de audiência pública realizada na Câmara
DOURADOS

Fortalecimento do SUAS foi tema de audiência pública realizada na Câmara

BRASIL

Produção industrial recua em cinco dos 15 locais pesquisados em abril

Polícia apreende em Itaquiraí droga que seria entregue em Santa Catarina
TRÁFICO

Polícia apreende em Itaquiraí droga que seria entregue em Santa Catarina

ANASTÁCIO

MPMS oferece denúncia contra policiais militares suspeitos pela morte de ex-vereador

BRASIL

Pacheco diz que projeto do aborto "jamais iria direto ao plenário"

CONTRABANDO

Dois são presos com mais de R$ 500 mil em produtos que seriam entregues em Dourados

GRIPE

MS registra seis mortes por Influenza e número de óbitos chega a 44 no ano

FUTEBOL

Fase semifinal do Campeonato Estadual Sub-13 começa neste sábado

Mais Lidas

DECISÃO

Mesmo sem duplicação de pontos críticos, pedágios da BR-163 aumentam a partir desta sexta-feira

VENDA DE ALIMENTOS

Ministério Público pede fechamento de cantinas em presídios de MS

LUTO

Policial civil sofre infarto no trabalho e morre em hospital de Dourados

DOURADOS

Com investimento de quase R$ 4,5 milhões, asfalto no Altos do Indaiá tem ordem de serviço autorizada