quarta, 19 de janeiro de 2022
Dourados
37°max
25°min
Campo Grande
34°max
24°min
Três Lagoas
36°max
23°min
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397

Juro do cheque especial caiu ao nível de 2001, diz BC

28 outubro 2003 - 13h55

Acompanhando a trajetória da taxa básica Selic desde junho, os bancos baixaram os juros em setembro, com redução mais acentuada no cheque especial. A taxa caiu 11,7 pontos percentuais sobre agosto e ficou em 152,2% anuais, a menor desde julho de 2001 (154%). Mesmo assim, o spread - diferença entre a taxa que o banco paga para captar dinheiro e a taxa que cobra do cliente - sobre essa linha é de 133,2% ao ano para as instituições financeiras.Dados do Banco Central (BC) mostram ainda que a queda nas taxas em empréstimos a pessoas físicas foi de 3,8 pontos, em média, com a taxa geral caindo para 70,7% contra 74,5% em agosto. O crédito pessoal teve redução de 3,6 pontos, com taxas médias de 83,9% ao ano. As linhas para aquisição de veículos cederam 2,6 pontos, de 41,4% para 38,8% ao ano. O spread bancário geral nessas operações sofreu redução de 1,1 ponto percentual, ficando em 43,2% anuais.Em setembro, a taxa média de juros das operações de crédito em geral com recursos livres manteve a trajetória de redução, atingindo 49,8% ao ano, contra 52,7% em agosto. Portanto, houve uma queda de 2,9 pontos percentuais na comparação com o mês anterior. Essa taxa considera operações prefixadas, pós-fixadas e flutuantes. O spread geral sofreu recuo de 0,7 ponto no mês passado, para 30,6% anuais.As operações bancárias com pessoas jurídicas registraram queda de três pontos percentuais no custo prefixado em setembro. De acordo com o BC, a média do juro com recursos livres ficou em 47,1%, registrando queda de 5,3 pontos no trimestre. O crédito de curtíssimo prazo (hot money) teve redução mais forte, de 6,6 pontos, ficando em 50% anuais no mês.O spread com a modalidade hot money caiu 4,4 pontos, mas ainda é de 31% ao ano, ganho para os bancos mais elevado do que registrava-se em janeiro, quando esse spread era de 28,4%.As operações com desconto de duplicatas apresentaram a segunda maior queda no mês, de 3,2 pontos, caindo de 51,7% para 48,5% anuais. O desconto de promissórias tem custo mais elevado, de 56,2% anuais, mas teve queda de 2,8 pontos em relação a agosto.O crédito para capital de giro das empresas teve custo médio de 39,4% mensais. A queda nessa linha foi de 3,1 pontos, já que em agosto as taxas estavam em 42,5% anuais, em média. O menor custo é para operações de vendor (que tem garantias de produtos) em 26,2% ano ano, redução de 2,9 pontos sobre o mês anterior.A conta garantida, espécie de cheque especial das empresas, é a linha de maior custo, com taxa média de 75,4% ao ano. Mesmo assim, teve queda de 2,6 pontos sobre os 78% cobrados em agosto. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Com média móvel crescente, PAM tem movimento intenso para testes de Covid-19
DOURADOS

Com média móvel crescente, PAM tem movimento intenso para testes de Covid-19

AGRESSÃO

Dois são presos por violência doméstica em Itaporã

Segunda remessa prevê 1,3 mil doses de vacinas para crianças em Dourados
COVID-19

Segunda remessa prevê 1,3 mil doses de vacinas para crianças em Dourados

Homem é preso ao tentar entrar no Semiaberto com cocaína
DOURADOS

Homem é preso ao tentar entrar no Semiaberto com cocaína

Inmet alerta para risco de chuvas intensas e rajadas de ventos em Dourados
CLIMA

Inmet alerta para risco de chuvas intensas e rajadas de ventos em Dourados

CAPITAL

Mulher é presa após esfaquear marido várias vezes no abdômen

IMUNIZAÇÃO

Em um ano, quase nove a cada 10 douradenses receberam vacina contra Covid-19

NEGÓCIOS & CIA

Sex Shop Luxurya: Por que quem é casado(a) transa menos?

SAÚDE & BEM-ESTAR

A Contribuição da Psicopedagogia na Dificuldade de Aprendizagem

MS

Nível do Rio Paraguai sobe e transporte hidroviário será retomado

Mais Lidas

GRIPE

Influenza H3N2 mata douradense de 25 anos sem comorbidades

DOURADOS

Idoso é flagrado mantendo relações sexuais com cadela e vai para a delegacia

DOURADOS

Mulher 'ostenta' pistola em bairro e acaba presa por porte ilegal

DOURADOS

Após perturbação de sossego, idosa registra queixa contra vizinho