Menu
Busca sábado, 08 de maio de 2021
(67) 99257-3397

Juízes federais do MS são destaques da revista 'Veja'

07 março 2011 - 14h52

Na edição da revista Veja, de 9 de março em que tem como manchete principal o termo “carnavalesco” sob um pandeiro “Ei, você aí, me dá um partido aí...!” enfoca com a matéria titulo “Reféns do crime” mais uma vez a pessoa do juiz federal Odilon de Oliveira, que atua há 24 anos no combate ao crime organizado próximo à fronteira de Mato Grosso do Sul com o Paraguai e com a Bolívia, bem como de sua colega de profissão, a não menos juíza federal Lisa Taubemblatt, titular de sua pasta em Ponta Porã, cidade que faz fronteira seca com Pedro Juan Caballero, no território paraguaio.

Na edição da página 48 e 49 da revista, a Veja posta à foto de Odilon de Oliveira supostamente protegido por dois agentes federais enquanto a juíza que convive às margens da fronteira violenta entre o Brasil e o Paraguai alega que busca ter uma proteção especial de seu colega, porém ainda não obteve tal beneficio por parte da Superintendência da Polícia Federal de Mato Grosso do Sul.

Na reportagem de duas páginas, entre um relato e outro, Odilon de Oliveira que ficou internacionalmente conhecido por combater e mandar grandes “chefões do crime organizado” que agiam na fronteira para trás das grades ou determinar as suas prisões, diz textualmente ao jornalista das Veja Gustavo Ribeiro que “nunca mais terei uma vida normal. Acredito que a magistratura não pode se ajoelhar diante dos criminosos, mais não aconselho um juiz jovem a fazer o mesmo que eu. Você perde sua vida, de um jeito ou de outro”.

Já a juíza Lisa Taubemblatt diz que conta com a segurança de cinco agentes pagos pelo Tribunal Regional Federal diz que “somos alvos fáceis” para os envolvidos com os submundos do crime organizado que ela mandou prender por determinação do MPF (Ministério Público Federal) após ampla investigação feita pela Polícia Federal.

Lisa Taubemblatt diz à revista que aguarda há um mês pela resposta de proteção a sua pessoa, após ter sido apurado através de investigação de que estava em curso um plano por parte de um traficante que ela havia condenado a prisão.

O suposto traficante que não seria uma grande personagem do narcotraficante como Luis Fernando da Costa, o “Beira-Mar” teria ordenado para que seus cúmplices “apagassem a juíza” e isso a obrigou a procurar apoio do TRF em bancar a sua segurança até que a PF assim como faz com Odilon de Oliveira designe uma equipe especial para protegê-la.

Assim como Lisa Taubemblatt e Odilon de Oliveira, juíza como Raquel Corniglion que também atuou no presídio de segurança máxima de Campo Grande entre 2007 e 2009, quando a cadeia tinha entre as feras do “narcotráfico” o carioca “Beira Mar” quando ela teve de decidir se ele deveria ou não voltar para o Rio de Janeiro, se sentiu ameaçada pelos cúmplices do mais famoso marginal do país da atualidade.

Durante o andamento do processo a polícia descobriu que “Beira-Mar” havia planejado raptar os filhos da juíza para força ela uma decisão a favor dele. Mesmo diante do perigo segundo a reportagem, a juíza teve de se virar sozinha. “Passei quinze dias dormindo em locais diferentes todas as noites. Meu filho de 3 anos me acompanhava até ao fórum, o mais velho teve de passar um mês com um casal de amigos dos meus pais que eu não mal conhecia. Foi horrível” confidenciou a juíza ao reportar da revista.

Além destes três depoimentos, a matéria trás também de outros juizes que tiveram que encarar o poder do crime organizado, como do ex-deputado federal pelo Acre, Hildebrando Pascoal, o homem que ficou conhecido mundialmente porque além de mandar matar seus adversários, também os trucidavam com o uso de uma moto-serra. A reportagem completa sobre esta matéria e de outras estão na revista Veja desta semana que já está nas bancas do país inteiro ou nas mãos de seus assinantes.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Técnico Enderson Moreira é internado em MG após princípio de infarto
GERAL
Técnico Enderson Moreira é internado em MG após princípio de infarto
PANDEMIA
Como fazer suas compras de mantimentos de forma segura
PANDEMIA
Covid-19: o que fazer com as compras quando chegar em casa
CPI
CPI mira vacinas em audiências com Anvisa e Pfizer
Comissão debate representatividade política das pessoas com deficiência
DIREITOS HUMANOS
Comissão debate representatividade política das pessoas com deficiência
POLÍTICA
Pauta do Plenário tem três MPs, Loteria da Saúde e proibição de reajuste de medicamentos
SAÚDE
Pesquisa mostra aprofundamento de desigualdades na infância
GERAL
Explosão de gás destrói restaurante em Belém
ASTRAZENECA
Ministério da Saúde anuncia distribuição de doses para próxima segunda
POLÍTICA
Secretaria da Mulher debate situação das domésticas na pandemia

Mais Lidas

DOURADOS
Mulher presa com armas, drogas e veículos mantinha relacionamento com interno da PED
JÓQUEI CLUBE
Jovem é presa em Dourados com armamento de uso restrito, drogas e veículo clonado
DOURADOS
Carga de tijolos cai de caminhão em rotatória na Coronel Ponciano; veja vídeo
BR-163
Colisão entre viatura e carreta termina com policial ferido