Menu
Busca quinta, 29 de julho de 2021
(67) 99257-3397

Juíza condena Queiroz no caso dos corretores

06 novembro 2004 - 11h22

A juíza Dileta Terezinha Souza Thomaz, da 1ª Vara Criminal, condenou esta semana o delegado Roberto Queiroz Coelho a dois anos e quatro meses de reclusão, em regime aberto, por crime de peculato, previsto no artigo 312 do Código Penal. Queiroz foi acusado, em abril de 1998, como titular do 1º Distrito Policial de Dourados, de apropriar-se dos bens pertencentes aos corretores Airton Gregório Soares, o Gordinho e José Pereira Filho, o Zeca, que desapareceram após uma viagem efetuada até o sítio Dronov, na região de vila São Pedro, na área rural do município de Dourados, após terem adquirido uma caminhonete F 1000 no valor de R$ 24 mil. Eles teriam dado uma carona a Edson Murgi Dronov, morador do sítio, e depois disso nunca mais foram encontrados.A juíza considerou o crime após receber a denúncia do Ministério Público, onde os promotores Ana Lara Camargo de Castro,João Albino Cardoso Filho e Silvio Amaral Nogueira de Lima pediram a condenação do delegado e a perda do cargo como punição. Queiroz foi acusado de promover a partilha dos bens dos desaparecidos independente da possibilidade dos dois estarem vivos e poderem aparecer posteriormente. Segundo o Ministério Público, o caso que deveria ser investigado pelo 2º Distrito Policial foi presidido à época pelo titular do 1º DP que solicitou a apreensão de R$ 7.700; uma lâmina de cheque do banco Itaú, no valor de R$ 8.900 emitida por Valdenir de Almeida; lâmina de cheque do Banco do Brasil, no valor de R$ 4.000 emitida por Lucimar de Oliveira; lâmina de cheque do banco HSBC, no valor de R$ 3.150 emitida por Rafael Chagas; lâmina de cheque do Banco do Brasil, no valor de R$ 200 emitida por A. F. Leite e Cia. Ltda.;  totalizando R$ 24.000, cujos valores foram apreendidos no quarto da residência de Edson Murgi Dronov, no sítio.Por intermédio de advogados que o acompanham nesse caso, o delegado já anunciou que irá recorrer da sentença da juíza Dileta Terezinha.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Corpo de homem sequestrado em Ponta Porã é encontrado esquartejado
FRONTEIRA
Corpo de homem sequestrado em Ponta Porã é encontrado esquartejado
BRASIL
Após reação do STF, Bolsonaro defende ações do governo na pandemia
Tatuagem ajudou identificar vítima fatal de acidente entre carro e carreta
ÁGUA CLARA
Tatuagem ajudou identificar vítima fatal de acidente entre carro e carreta
EMPREGO
Governo convoca candidatos aprovados em quatro processos seletivos
Veículo é apreendido na BR-158 com 300 celulares e outros contrabandos
APARECIDA DO TABOADO
Veículo é apreendido na BR-158 com 300 celulares e outros contrabandos
MÚSICO PRESO
Gilmar Mendes rejeita liberdade para DJ Ivis, indiciado por agredir a ex
Oito pessoas da mesma família são presas em operação contra o PCC
ASTRONOMIA
Chuvas de meteoros podem ser avistadas nas próximas madrugadas
AQUIDAUANA
Caçadores são presos e multados por caça e abate de porcos silvestres 
ELEIÇÕES
Discurso de fraude é de quem não aceita a democracia, diz ministro do STF

Mais Lidas

DOURADOS
Acidente no Centro deixa motociclista com fratura na perna e motorista foge
DOURADOS
Drogas e submetralhadora são apreendidos no Idelfonso Pedroso
FRONTEIRA
Casal é executado por "justiceiros" enquanto comemorava aniversário
DOURADOS
Justiça converte em preventiva prisão de jovem que matou adolescente atropelado