Menu
Busca segunda, 21 de junho de 2021
(67) 99257-3397

Jovem se isola após ter fotos de sexo publicadas na Web

14 maio 2006 - 08h39

A publicação de fotos na Internet onde Francine Favoretto de Resende aparece fazendo sexo com dois rapazes transtornou a vida da estudante. Ela afirmou à revista Época que não sai mais de casa a não ser para ir à faculdade. No início de abril, as imagens foram colocadas no site de relacionamentos Orkut e em alguns blogs. Em menos de 24 horas, mais de 10 mil mensagens contra os três foram registradas no Orkut. Eles também passaram a ser ofendidos por telefone, e-mail e até pessoalmente. Por conta das fotos, a estudante de Direito teve de sair escoltada da sala de aula pela Polícia Militar por causa da ameaça de colegas que passaram a hostilizá-la depois de acessar as fotos. O tumulto, que forçou a suspensão das aulas, foi desfeito somente depois de a PM usar gás de pimenta para dispersar a multidão. A jovem Francine descobriu as imagens depois de receber um telefonema do namorado, avisando sobre as fotos e os xingamentos recebidos no Orkut. Depois disso, sua vida mudou completamente. Francine foi abandonada pelo namorado e Fábio perdeu o emprego onde trabalhava havia 13 anos. A mãe da estudante, Rose, dona de uma loja de presentes em Pompéia, onde moram, diz sentir vergonha de sair na rua. Pensa em fechar a loja e sair da cidade, segundo declarou à revista Época. O pai, Ércio, advogado, passa os dias estudando livros sobre crimes na Internet para processar os responsáveis pela divulgação das fotos. A estudante e Lincon Ferreira, um dos rapazes que aparece nas fotos, afirmam que as fotos são montagem. O segundo rapaz, Fábio Avelar, diz que são reais. Lincon é suspeito de ter divulgado as fotos e será indiciado pela polícia por injúria e difamação porque mostrou as fotos a amigos e gravou com elas um CD. Reais ou não, as fotos provocaram o linchamento moral de Francine. A estudante que, até então, chorava ao tirar notas baixas na faculdade, agora mal consegue freqüentar as aulas. "Fizeram com ela um julgamento sumário, foi uma inquisição. Quebraram todas as regras do Direito", disse Marco Antonio Manna, do diretório acadêmico do curso na Univem, onde estuda Francine.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Procon notifica empresas sobre quase R$ 100 mil em multas por infrações graves
DOURADOS
Procon notifica empresas sobre quase R$ 100 mil em multas por infrações graves
Mulher é assediada durante pesquisa em Dourados e registra ocorrência
IMPORTUNAÇÃO SEXUAL
Mulher é assediada durante pesquisa em Dourados e registra ocorrência
Beneficiários do Bolsa Família recebem nesta segunda-feira
AUXÍLIO EMERGENCIAL
Beneficiários do Bolsa Família recebem nesta segunda-feira
Em cinco meses, Dourados aplicou 125 mil doses de vacinas contra a Covid-19
IMUNIZAÇÃO
Em cinco meses, Dourados aplicou 125 mil doses de vacinas contra a Covid-19
União Pneus tem prazo de entrega mais rápido da região em recauchutagens e consertos
INFORME PUBLICITÁRIO
União Pneus tem prazo de entrega mais rápido da região em recauchutagens e consertos
CAMPO GRANDE
Churrascaria é atingida por incêndio na região central da Capital
DOURADOS
Após mais de 2 meses internada por acidente, jovem morre no HV
TRÁFICO DE DROGAS
Moradora de Goiás é presa carregando drogas em ônibus na região de Dourados
DELIBERATIVA
Câmara federal realiza hoje sessão para votar Medida Provisória da Eletrobras
EDUCAÇÃO
1º Encontro de Pesquisadoras e Pesquisadores da Temática LGBT+ de MS

Mais Lidas

ASSASSINATO
Investigações apontam que mulher foi atraída para o local do crime por proposta de trabalho
VIVAL DOS IPÊS
Com suspeita de latrocínio, mulher é encontrada morta em Dourados
LAGUNA CARAPÃ
Veículo de mulher morta em Dourados é encontrado
REGIÃO
Preso, motorista de Corolla que matou moto entregador nega "racha"