Menu
Busca quarta, 05 de maio de 2021
(67) 99257-3397

Jovem morre carbonizado ao receber descarga elétrica

24 janeiro 2011 - 07h22

O jovem Carlos Alberto dos Santos Duarte, de 25 anos, morreu carbonizado após receber descarga elétrica enquanto trabalhava num sistema de fiação, na empresa Coesa, terceirizada que cuida dos serviços elétricos em Bela Vista, cidade localizada na fronteira com o Paraguai.

Ele foi encaminhado ao Hospital São Vicente de Paula, mas já estava morto. Seu corpo ficou totalmente queimado.

Há a informação de que ele recebeu a descarga elétrica enquanto fazia a manutenção num sistema de fiação. O incidente aconteceu na tarde de ontem, sendo que seu corpo chegou ao hospital às 17h16.

O boletim de ocorrência de morte a esclarecer foi registrado na Delegacia de Polícia Civil de Bela Vista.

Deixe seu Comentário

Leia Também

RIBAS DO RIO PARDO
Detetive particular já condenado é preso por dirigir embriagado após acidente
JUDICIÁRIO
Justiça Federal absolve ex-presidente Temer de envolvimento em 'quadrilhão'
COXIM
Homem agride filho e nora de vereador, quebra viatura e danifica loja
SELEÇÃO
Ibama é autorizado a contratar 1,6 mil funcionários temporários
Ambiental apreende armadilha de caça de animais silvestres de grande porte 
NAVIRAÍ
Ambiental apreende armadilha de caça de animais silvestres de grande porte 
BRASIL
Bolsonaro veta prorrogação para entrega de declaração do Imposto de Renda
Dupla é presa arremessando vodca, uísque e carne para dentro de presídio
IMUNIZAÇÃO
Trabalhadores da educação, transporte e limpeza com 55 anos já podem se vacinar
CAPITAL
Técnica em enfermagem denuncia colega por falsificar declaração de vacina
AVANÇO DA PANDEMIA
Brasil registra mais 2.791 mortes por Covid; média móvel aponta estabilidade

Mais Lidas

INVESTIGAÇÃO
Homem é preso suspeito de estuprar quatro sobrinhas em Dourados
DOURADOS
Fumaça em estrada causa colisão entre caminhões e leva transtorno a moradores; vídeo
PANDEMIA
Decreto reduz toque de recolher em Dourados na semana do Dia das Mães
REGIÃO
Mãe e filha são executadas em locais diferentes na fronteira