Menu
Busca sexta, 23 de abril de 2021
(67) 99257-3397

Jornalista do NYT recebe ordem de prisão nos EUA

06 julho 2005 - 16h10

Um juiz federal condenou hoje uma jornalista à prisão por se recusar a revelar suas fontes confidenciais a um tribunal que investiga o vazamento do nome de um agente secreto da CIA à mídia. Judith Miller, do jornal The New York Times, disse a um juiz federal que não queria ir para a prisão, mas não tinha escolha a não ser proteger suas fontes. "Se os jornalistas não podem manter o sigilo de suas fontes, então os jornalistas não podem trabalhar e não pode existir uma imprensa livre", disse. O correspondente da revista Time Matthew Cooper concordou em testemunhar perante um tribunal que investiga o caso.  

Deixe seu Comentário

Leia Também

PANDEMIA
Decreto Legislativo prorroga calamidade pública em Porto Murtinho
Prazo para matricula dos aprovados na 3ª chamada de vestibular termina na segunda
UEMS
Prazo para matricula dos aprovados na 3ª chamada de vestibular termina na segunda
Sorteio define jogos da Terceira Fase da Copa do Brasil; confira
FUTEBOL
Sorteio define jogos da Terceira Fase da Copa do Brasil; confira
Onça-parda é encontrada morta em rodovia de MS
MEIO AMBIENTE
Onça-parda é encontrada morta em rodovia de MS
CPI da Covid vai agendar reuniões com MPE e MPF para apresentar trabalhos
DOURADOS
CPI da Covid vai agendar reuniões com MPE e MPF para apresentar trabalhos
LEVANTAMENTO
Sem orçamento, Censo não será realizado em 2021
FUTEBOL
Paulistão tem São Paulo, Santos e Palmeiras em campo nesta sexta
DOURADOS
Em audiência pública, Câmara começa discutir a LDO para 2022
BRASIL
Bolsonaro inaugura etapa de centro de convenções em Manaus
COMER BEM
Caderno "Comer Bem" gera visibilidade e lucro ao seu negócio

Mais Lidas

DOURADOS
Grupo receberia comissão se conseguisse negociar carga de maconha no Água Boa
DOURADOS
Jovem confessa 18 tiros, mas diz que idoso morreu antes por enforcamento
IVINHEMA
Polícia encontra mais de 800kg de maconha em casa alugada para o tráfico
DOURADOS
Ladrão invade alojamento do Hospital da Vida e leva pertences de enfermeiras