Menu
Busca segunda, 17 de maio de 2021
(67) 99257-3397

John Kerry diz que repetiria voto a favor da ocupação do Iraque

09 agosto 2004 - 22h58

: O candidato democrata à Casa Branca, John Kerry, disse hoje que teria votado como senador a favor do envio de tropas ao Iraque mesmo que soubesse que não havia armas de destruição em massa no país. A declaração é uma resposta ao presidente George W. Bush, seu adversário nas eleições de 2 de novembro, que cobrou dele uma posição firme sobre o assunto. "Eu vou responder diretamente. Sim, eu teria votado pela autorização. Acredito que é a autoridade correta que o presidente deve ter, mas eu a teria usado efetivamente." Falando a jornalistas numa pista de pouso junto ao precipício do Grand Canyon, John Kerry disse que a redução do contingente militar norte-americano no Iraque até agosto de 2005 é "um objetivo apropriado"."Meu objetivo, minha diplomacia, meu trabalho de estadista é conseguir reduzir o número de nossas tropas no Iraque, e acredito que se você tem essa qualidade de estadista adequada, que se você faz o tipo de construção de alianças que está disponível para nós, é apropriado ter uma meta de redução de tropas ao longo desse período."Ressalvando que "teremos de ver como os fatos se desenrolam," John Kerry disse que pretende retirar parte dos 138 mil soldados norte-americanos do Iraque ainda no primeiro semestre de seu eventual governo. O candidato se recusou a dizer se havia recebido de países árabes ou europeus o compromisso de participar da reconstrução do Iraque, mas afirmou que o governo "agora está lutando para tentar encontrar uma forma" para que isso ocorra. "Tudo isso deveria ter acontecido no começo, todas essas coisas deveriam ter sido obtidas de antemão," disse ele. "Os presidentes norte-americanos não deveriam enviar forças americanas para a guerra sem um plano para conquistar a paz." Os republicanos acusam John Kerry de não ter uma posição clara sobre a guerra, e na semana passada Bush desafiou seu adversário a explicar claramente sua oposição. "Há questões que um comandante-chefe o presidente deve responder com um claro sim ou não. Meu adversário não respondeu à questão sobre se, sabendo agora o que sabemos, ele teria apoiado a ida ao Iraque. Eu dei minhas respostas. Fizemos a coisa certa, e hoje o mundo está melhor por causa disso," afirmou o republicano. John Kerry também lançou desafios a George W. Bush. Cobrou dele respostas sobre a pressa em começar a guerra, o uso de informações erradas, os reais motivos do governo para o conflito e a escassez de aliados no plano internacional. "Há quatro questões, não hipotéticas como a do presidente, questões reais que importam aos norte-americanos, e espero que vocês recebam as respostas a essas questões, porque o povo norte-americano as merece," disse John Kerry a jornalistas. John Kerry, no 11º dia de uma viagem de duas semanas por todo o país, usou o magistral cenário do Grand Canyon para criticar a negligência dos parques nacionais sob o governo George W. Bush e prometer restaurar 600 milhões de dólares que, de acordo com o candidato, o atual presidente retirou do setor de conservação dos parques.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CAPITAL
Preso, rapaz diz que espancou idoso por ele 'mexer' com sobrinho de 1 ano
UEMS
Mestrado em Educação Científica e Matemática prorroga inscrições até junho
CORUMBÁ
Após assaltar papelaria, ladrão tenta fugir para mata e invade residência
Diretora do Conselho de Farmácia alerta para uso irracional de medicamentos
SAÚDE
Diretora do Conselho de Farmácia alerta para uso irracional de medicamentos
Polícia do Paraguai apreende cocaína escondida em chifre ornamental
GOVERNO BOLSONARO
Ocupação irregular na Amazônia cresceu 56% em dois anos, diz instituto
ANTÔNIO JOÃO
Homem é preso por tentar matar adolescente de 17 anos a tiros
REGIÃO
Inscrições para processo seletivo de estágio em Angélica são prorrogadas
BATAGUASSU
Mulher pediu medida protetiva quatro dias antes de ser morta pelo ex
EMPREGO
Exército Brasileiro abre concursos para 170 vagas de nível superior

Mais Lidas

CAMPO GRANDE
Após discussão, jovem bate veículo em poste e namorada que estava no capô morre
POLÍCIA
'Apaixonado', rapaz furta objetos na PED para ser preso e reencontrar marido
FEMINICÍDIO
Mulher baleada na cabeça pelo ex-marido morre no hospital
REGIÃO
Mulher mata o marido a facadas após discussão em MS