Menu
Busca segunda, 18 de janeiro de 2021
(67) 99659-5905

João Paulo 2º beatificará madre Teresa de Calcutá domingo

15 outubro 2003 - 14h25

O papa João Paulo 2º, 83, proclamará beata no próximo domingo (19), durante uma cerimônia solene na Praça de São Pedro, madre Teresa de Calcutá, concluindo o processo de beatificação mais rápido da história da Igreja Católica.Seis anos depois de sua morte, no dia 5 de setembro de 1997, madre Teresa será elevada à honra dos altares ante uma multidão de devotos (cerca de 250 mil pessoas, segundo estimativas), provenientes de diversos países, entre eles Estados Unidos e Itália.O papa escolheu simbolicamente a data de 19 de outubro para proclamá-la beata, concluindo assim a semana de comemorações pelos 25 anos de seu pontificado, iniciado no dia 16 de outubro de 1978.O sumo pontífice admira desde sua juventude a religiosa, que ganhou em 1979 o Nobel da Paz, um prêmio atribuído poucas vezes a mulheres ou personalidades religiosas.João Paulo 2º recebeu em várias ocasiões no Vaticano a religiosa que dedicou sua existência a ajudar pobres e moribundos.Madre Teresa foi "um dom de Deus para os mais pobres dos pobres", declarou João Paulo 2º em um de seus numerosos discursos de elogio à religiosa "albanesa de nascimento, mas indiana de nacionalidade", como a definiu.BeatificaçãoO papa, que sempre pediu aos fiéis que sigam "o exemplo" da religiosa, anunciou oficialmente em dezembro passado que madre Teresa seria proclamada "beata".Após ter assinado o decreto que certifica que a religiosa exerceu as "virtudes heróicas", as autoridades do Vaticano autenticaram o milagre realizado em 1998, com a cura não-explicada de um tumor no estômago da indiana Monica Basra.O suposto milagre foi aprovado pela Congregação para os Santos, mas um grupo de médicos indianos o questionou, argumentando que a jovem indiana tinha superado a enfermidade graças a tratamentos e medicamentos.João Paulo 2º queria canonizar imediatamente Madre Teresa, mas o Sacro Colégio Cardinalício o desaconselhou, preferindo o seguimento do processo normal de todo candidato aos altares: primeiro beatificação e, após certificação de outro milagre, canonização.A pedido das autoridades religiosas na Índia, o Vaticano decidiu acelerar o processo de beatificação e, em abril do ano passado, o papa aprovou que se quebrasse a regra que exige que o processo comece cinco anos depois da morte.

Deixe seu Comentário

Leia Também

MINISTÉRIO DA SAÚDE
Portaria institui obrigatoriedade do registro da aplicação da vacina
Projeto-piloto dará celeridade à distribuição automática de processos de 1º Grau
MS
Projeto-piloto dará celeridade à distribuição automática de processos de 1º Grau
JUSTIÇA FEDERAL
TRF3 considera impenhorável aplicação de até 40 salários mínimos em fundo de investimento
Obra para construir passarela de pedestre em Dourados é paralisada
NÚCLEO INDUSTRIAL
Obra para construir passarela de pedestre em Dourados é paralisada
Caixa assume gestão dos recursos e pagamentos do Dpvat
SEGURO
Caixa assume gestão dos recursos e pagamentos do Dpvat
DOURADOS
Dia chuvoso traz risco de banho indesejável para pedestre e de multa a motoristas
AMAMBAI
Após incêndio, mulher é encontrada carbonizada em barraco
CLIMA
Alerta do Inmet para chuvas intensas em Dourados é estendido
PANDEMIA
Vacina contra o coronavírus deve chegar no início da tarde em MS
BRASIL
Ministro Jorge Mussi assume a presidência do STJ pelos próximos 15 dias

Mais Lidas

DOURADOS
Morto por descarga elétrica pode ter tentado consertar portão
ACIDENTE
Homem morre após sofrer descarga elétrica em Dourados
DOURADOS 
Jovem cai de moto e pede ajuda após levar facada
DOURADOS
Comitê alerta para crescente da Covid e prefeito expede decreto com novas regras