Menu
Busca domingo, 16 de maio de 2021
(67) 99257-3397

Jardim: Soldado da PM não comparece ao interrogatório

15 setembro 2004 - 19h23

O soldado da pm Humberto Aparecido Rolon não compareceu ao interrogatório marcado para esta quarta-feira, 13h15, pela Justiça de Jardim. Foi a segunda audiência marcada. Humberto Rolon é suspeito de envolvimento no assassinato do corretor de imóveis Altair Cavalhero Flores Neto, morto em dezembro do ano passado. Segundo o comandante da PM de Ponta Porã, major Enir Soares de Souza Jr., o soldado já pode ser punido por indisciplina, de acordo com regulamento da polícia militar, já que deveria comunicar qualquer saída da cidade. Humberto Rolon está desaparecido desde que foi decretada prisão dele, em agosto. Pela indisciplina, o soldado pode cumprir 30 dias de prisão. DeserçãoEle pode responder pelo crime de deserção se, até outubro não for localizado ou se apresentar espontaneamente ao Comando ou a Justiça. Outubro é o mês que vence a licença-médica concedida para o soldado. O crime de deserção é julgado pela Justiça Militar.Humberto Rolon trabalha na PM há quase sete anos. É casado e tem filhos. A mulher e os filhos também não são mais localizados em Ponta Porã. De acordo com a assessoria de imprensa Humberto Rolon fazia tratamento médico em Dourados.

Deixe seu Comentário

Leia Também

REGIÃO
Veículo carregado com duas mil doses de vacina da gripe se envolve em batida na BR-163
POLÍCIA
Bebê de um ano e avó ficam reféns de sequestradores por seis horas
EDUCAÇÃO
Curso gratuito de desenvolvimento de aplicativos tem 40 vagas para jovens de sete municípios
JUSTIÇA
Retomada de implantação de sistema de apoio ao consumidor começa nesta segunda-feira
Por intermédio da Agepen, primeira certidão de nascimento digital de preso indígena é emitida
ESTADO
Por intermédio da Agepen, primeira certidão de nascimento digital de preso indígena é emitida
COVID-19
Botucatu inicia neste domingo vacinação em massa da população adulta
REGIÃO
Homem é encontrado morto com sinais de atropelamento
REGIÃO
Mulher mata o marido a facadas após discussão em MS
MINISTRO
Queiroga diz que ministério estuda campanha de testagem contra covid
PANDEMIA
Mato Grosso do Sul confirma 1,2 mil casos de Covid-19

Mais Lidas

CAMPO GRANDE
Após discussão, jovem bate veículo em poste e namorada que estava no capô morre
TRÁFICO DE DROGAS
Chefe do 'Comando Vermelho' e foragido há seis meses é preso em Dourados
FEMINICÍDIO
Mulher baleada na cabeça pelo ex-marido morre no hospital
CAPITAL
Jovem sai para comprar narguilé e morre após colidir moto contra poste