Menu
Busca terça, 31 de março de 2020
(67) 9860-3221

Japorã, palco de conflitos, é a cidade mais pobre de MS

22 janeiro 2004 - 16h00

Palco do mais recente impasse entre índios e fazendeiros em Mato Grosso do Sul, o município de Japorã é apontado tem o maior índice de exclusão social do Estado, situação em parte decorrente do fato de ter quase a metade da população formada por índios.O IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) aponta que em Japorã, 40% dos 6 mil habitantes são índios. Os dados são de 2000. A prefeitura acredita que hoje esse percentual seja maior ainda: de 45%, de um total de 7,5 mil habitantes. A cidade conforme os dados do censo 2000, tem o maior número de famílias vivendo em condições precárias no Estado: 44%. É também a campeã de analfabetismo. Em Japorã, 29% das pessoas com idade acima de 10 anos não chegou a estudar um ano.O Atlas da Exclusão Social, divulgado em maio do ano passado, confirma que os municípios onde há aldeias indígenas estão entre os de pior condição social. Os sete municípios com maior índice de exclusão social em Mato Grosso, coincidência ou não, são localidades onde há aldeias: Dois Irmãos do Buriti, Aral Moreira, Juti, Tacuru, Coronel Sapucaia, Novo Horizonte do Sul, Paranhos e Japorã. Nessa listagem, a exceção é Novo Horizonte do Sul, surgida a partir de um assentamento de sem-terra.

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRÊS LAGOAS
Homem é preso ao tentar furtar 1,4 quilo de picanha de mercado
SAÚDE
Mariano, da dupla com Munhoz, é diagnosticado com o novo coronavírus
CORONAVÍRUS
OAB nacional adia publicação dos próximos editais de exame de ordem
POLÍTICA
Governo vai cruzar dados para o pagamento do auxílio de R$ 600
UEMS
Universidade da Melhor Idade suspende aulas por tempo indeterminado
LIVE
Governo de MS amplia benefício a carentes e orienta sobre cuidados em casa
VIOLAÇÃO DE REGRAS
Facebook e Instagram apagam vídeo que mostra passeio de Bolsonaro
CARACOL
Homem tenta matar esposa e esfaqueia homem que a protegia
PROTESTO
Cidades brasileiras registram panelaço contra Bolsonaro pelo 14º dia seguido
REGIÃO
Judiciário de MS destina mais de R$ 570 mil no combate à COVID-19

Mais Lidas

FRONTEIRA
Acidente na MS-164 em Ponta Porã leva pai e filho a óbito
DOURADOS
Homem entra em veículo e anuncia assalto com arma de brinquedo; vídeo
DOURADOS
Homem leva surra de populares e é detido por furtar dois veículos em Dourados
NOTA PREMIADA
Lista de ganhadores já está disponível para consulta