Menu
Busca sexta, 05 de março de 2021
(67) 99257-3397

Itaipu gastou oito vezes menos em propaganda

20 agosto 2009 - 13h42

Enquanto no lado brasileiro Itaipu investe pesadas cifras em suas políticas de comunicação institucional, no Paraguai, um balanço dos doze primeiros meses da gestão iniciada com a posse do presidente Fernando Lugo revela diminuição de 800% nos gastos com propaganda.
Tais números, comemorados pelo secretário de Comunicação da Presidência, Augusto dos Santos, revelam, por um lado, a racionalização do uso das verbas da binacional, mas, por outro, confirmam os exageros da gestão anterior, encabeçada pelos colorados Víctor Bernal Garay e Ramón Romero Roa.
Assim, verifica-se que ao invés dos mais de US$ 12 milhões gastos ao ano pelos diretores colorados, a gestão do liberal Carlos Mateo Balmelli gasta “apenas” US$ 1,4 milhão, conforme cifras detalhadas pelo jornal ABC Color em sua edição de ontem (19).
Cifras em Guaranis (US$ 1,00 = G$ 5.000). Clique para ampliar.

Somando-se aos gastos da outra usina binacional do país, Yacyretá (Paraguai / Argentina), que desembolsou nos últimos doze meses US$ 737,3 mil em publicidade institucional, o ABC Color revela que o valor de US$ 2,1 milhões seria suficiente para o atendimento de inúmeras necessidades da população.
“A cifra equivale quase a 90% do que anualmente é destinado em alimentos para crianças desnutridas através dos programas de alimentação do Ministério da Saúde, que até hoje não conta com ambulâncias para atender às principais cidades do interior”, escreve o jornal paraguaio.
“E nem falemos do dinheiro que a Secretaria da Infância e da Adolescência precisa para multiplicar pães, lares, educação e vestimenta, ou retirar meninos e meninas que vivem nas ruas”, complementa.
Augusto dos Santos, no entanto, justificou os gastos. “O governo tem a necessidade de fazer informação pública, nós precisamos que os cidadãos conheçam quais são os acordos aos quais chegamos”, afirmou o secretário, ao citar o recente acordo Brasil / Paraguai e responder às perguntas do jornal La Nación.
“Nós, por exemplo, não compramos jornalistas, não alugamos consciências. O processo é muito transparente, vocês podem verificá-lo através das instituições, que podem dar-lhes toda a informação de que necessitam”, argumentou.

Deixe seu Comentário

Leia Também

MATO GROSSO DO SUL
Executivo envia projeto para criar fundação de apoio à pesquisa e à Educação
Covid faz novas vítimas fatais e outras 65 pessoas contraem o vírus em Dourados
BOLETIM
Covid faz novas vítimas fatais e outras 65 pessoas contraem o vírus em Dourados
LOTERIAS
Sorteio da Mega pode pagar prêmio de R$ 22 milhões amanhã
130 anos de Excelência?
ARTIGO
130 anos de Excelência?
Polícia flagra caminhão carregado com pneus do Paraguai
REGIÃO
Polícia flagra caminhão carregado com pneus do Paraguai
ESPORTES
Estadual prossegue com mais quatro partidas neste fim de semana
OPORTUNIDADE
UEMS está com inscrições abertas para seleção de professor temporário para curso de Medicina
HOMENAGEM
Barbosinha dá nome de 'Coronel Adib Massad' à sede do DOF em Dourados
CRIME
PMA autua arrendatário e agrônoma em R$ 50 mil por licença falsa e desmatamento
MS
Governo recebe motoristas de aplicativos e discute ações em benefício da categoria

Mais Lidas

DOURADOS 
Vídeo mostra momento da colisão entre veículos em Dourados
PONTA PORÃ
Casal é assassinado na fronteira e corpos são deixados um ao lado do outro
NOVA DOURADOS
Colisão entre veículos deixa pessoa gravemente ferida em Dourados
PANDEMIA 
Secretário alerta para nova variante do coronavírus na região da Grande Dourados